Segurança Compartilhar
Foragido

Vereador suspeito de matar empresário em SC está foragido há quase 50 dias

O vereador foi indiciado por homicídio e tentativa de homicídio.

• Atualizado

Redação

Por Redação

O vereador acusado de matar a facadas o empresário Luciano Mafassoli, de 47 anos, está foragido a quase 50 dias. O crime ocorreu em Dona Emma, no Vale do Itajaí, no dia 5 de novembro. O empresário foi morto a facadas após discussão de uma aposta de R$ 5 mil, pelo resultado do segundo turno das eleições. Massafoli, eleitor de Bolsonaro, perdeu e pagou a dívida em dinheiro vivo. Outros dois homens foram feridos.

Conforme a Polícia Civil de Santa Catarina (PCSC), o inquérito policial foi finalizado e encaminhado ao Poder Judiciário. No dia 1º de dezembro o vereador foi indiciado pelos crimes de homicídio consumado e dois homicídios tentados. A Polícia Civil informou que segue trabalhando para localizar o foragido.

A defesa do vereador Valdir Siqueira agendou a apresentação do suspeito à Polícia Civil em duas oportunidades, mas o investigado faltou aos dois depoimentos.

A reportagem tentou contato com a defesa do vereador, mas até a publicação da reportagem não obteve retorno. O espaço segue aberto para um posicionamento do suspeito. A assessoria da Câmara de Dona Emma informou que o vereador foi afastado do cargo.


>> Para mais notícias, siga o SCC10 no TwitterInstagram e Facebook.

Quer receber notícias no seu whatsapp?

EU QUERO

Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Receba NOTÍCIAS
Posso Ajudar? ×