Segurança
templates/template-single-article-texto
block/article/header
Segurança Compartilhar
Atrás das grades

Mãe e padrasto suspeitos de matar menina em Timbó têm prisão temporária renovada

Os suspeitos permanecerão presos por mais 30 dias.

block/article/social-network
block/article/content__sidebar
Mãe e padrasto suspeitos de matar menina em Timbó têm prisão temporária renovada
Foto: SCC Meio-Dia/Reprodução

A mãe e o padrasto de Luna, suspeitos de agredir a menina de 11 anos até a morte, em Timbó, tiveram a prisão temporária renovada, a partir do dia 15 de maio, por mais 30 dias. O casal está preso desde o dia 15 de abril, um dia após o crime. A decisão de renovar a prisão vem após uma representação da Polícia Civil.

Por ser um caso complexo, a polícia fundamentou à Justiça, a necessidade da prisão temporária para impedir que os suspeitos interfiram na continuidade das investigações. Os suspeitos poderias ter contato entre si ou com outras pessoas envolvidas no caso, caso fossem soltos.

A previsão é de que a análise laboratorial e a análise de dados informáticos, seja concluída no novo prazo de prisão temporária.

>> SIGA O SCC10 NO TWITTERINSTAGRAM E FACEBOOK.

Relembre o caso

Uma menina de 11 anos foi encontrada morta na madrugada de quinta-feira, 14 de abril, no bairro Imigrantes, em Timbó, no Vale do Itajaí. Conforme a Polícia Militar, a mãe e o padrasto chamaram os bombeiros para atendimento da criança e são suspeitos do crime.

Em depoimento, ambos alegaram que ela tinha caído da escada. No entanto, depois, a mãe de Luna informou que a menina tinha um relacionamento afetivo e já havia tido relações sexuais, o que não aceitava. Por isso, agrediu a menina até a morte.

Confira a reportagem:

Vídeo: SCC News

Leia também

>> Caso Luna: relho de cavalo pode ter sido usado para agredir menina

>> Mãe confessa que matou filha de 11 anos a socos e chutes em Timbó

>>>Menina de 11 anos morta pela mãe tinha marcas de abuso sexual, diz polícia

Entre no grupo do SCC10 e receba as principais notícias da sua região pelo WhatsApp

Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp

block/article/tags
block/article/query-columnist
publicidade
publicidade
block/article/social-network
block/general/block-plus-news

Veja mais