Segurança
templates/template-single-article-texto
block/article/header
Segurança Compartilhar
Crime

Caso Luna: relho de cavalo pode ter sido usado para agredir menina

O inquérito policial deve ser finalizado no dia 15 de maio

block/article/social-network
block/article/content__sidebar
Caso Luna: relho de cavalo pode ter sido usado para agredir menina
Foto: SCC Meio-Dia/Reprodução

Uma entrevista coletiva na manhã desta terça-feira (10), informou que um objeto para domar cavalo (relho) pode ter sido utilizado para agredir a menina Luna (11 anos). Ela foi encontrada morta no dia 14 de abril, no bairro Imigrantes, em Timbó. Durante depoimento, a mãe de Luna confessou que matou a filha com chutes e socos.

O objeto foi encontrado durante mandado de busca e apreensão na casa onde ocorreram as agressões. Segundo a Polícia Civil, até o dia 15 de maio o inquérito deve ser finalizado e as informações do caso serão confirmadas. Mãe e padrasto continuam presos.

Relembre o caso

Uma menina de 11 anos foi encontrada morta na madrugada de quinta-feira, 14 de abril, no bairro Imigrantes, em Timbó, no Vale do Itajaí. Conforme a Polícia Militar, a mãe e o padrasto chamaram os bombeiros para atendimento da criança e são suspeitos do crime.

Em depoimento, ambos alegaram que ela tinha caído da escada. No entanto, depois, a mãe de Luna informou que a menina tinha um relacionamento afetivo e já havia tido relações sexuais, o que não aceitava. Por isso, agrediu a menina até a morte.

Com informações: Suellen Eskelsen

>> SIGA O SCC10 NO TWITTERINSTAGRAM E FACEBOOK.

Confira a reportagem:

Entre no grupo do SCC10 e receba as principais notícias da sua região pelo WhatsApp

Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp

block/article/query-columnist
publicidade
publicidade
block/article/social-network
block/general/block-plus-news

Veja mais