Cotidiano Compartilhar
Subiu!

É na sua cidade? Veja onde está a gasolina mais cara em SC

Ao todo, 21 cidades foram pesquisadas no Estado

• Atualizado

Carolina Sott

Por Carolina Sott

Imagem ilustrativa. Pixabay
Imagem ilustrativa. Pixabay

Santa Catarina registrou aumento no preço da gasolina comum, chegando ao valor médio de R$ 6, conforme pesquisa realizada no período de 20 a 26 de agosto pela ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis). Ao todo, 21 cidades foram pesquisadas no Estado.

Divulgados nesta nesta sexta-feira (25), os dados mostram que a cidade de Concórdia apresentou o maior valor da gasolina comum encontrado nos postos catarinenses, com R$ 6,21. Em contrapartida, o menor valor praticado ocorreu em Tubarão, no Sul, que registrou R$ 5,71 por litro.

Veja os preços médios da gasolina comum em cidades de SC:

  • Concórdia 6,21
  • Jaraguá do Sul 6,17
  • Brusque 6,16
  • Videira 6,12
  • Xanxerê 6,09
  • Joinville 6,08
  • Balneario Camboriú 6,08
  • Blumenau 6,03
  • Criciúma 6,00
  • Palhoça 5,99
  • Araranguá 5,98
  • São José 5,98
  • Lages 5,98
  • Biguaçu 5,97
  • Florianópolis 5,96
  • Itajaí 5,95
  • Chapecó 5,93
  • Mafra 5,93
  • Caçador 5,91
  • Laguna 5,76
  • Tubarão 5,71

Aumento aconteceu após Petrobras anunciar reajuste para distribuidoras

Com informações de SBT News

Em meados de agosto, a Petrobras anunciou novo reajuste para a venda de combustíveis às distribuidoras. Segundo a estatal, o preço do litro da gasolina sofreria uma alta de R$ 0,41, enquanto o do diesel aumentaria R$ 0,78. Com isso, o preço repassado às distribuidoras foi, em média, de R$ 2,14 e R$ 3,34, respectivamente, por litro vendido nas bombas.

“A consolidação dos preços de petróleo em outro patamar, e estando a Petrobras no limite da sua otimização operacional, incluindo a realização de importações complementares, torna necessário realizar ajustes de preços para ambos os combustíveis, dentro dos parâmetros da estratégia comercial, visando reequilíbrio com o mercado”, explicou a estatal.

Apesar do reajuste, a Petrobras ressaltou que, no ano, a variação acumulada do preço de venda de gasolina para as distribuidoras é uma redução de R$ 0,15 por litro. O mesmo acontece com o preço cobrado pelo litro do diesel, que já registra redução de R$ 0,69 por litro no acumulado do ano.

>> Para mais notícias, siga o SCC10 no TwitterInstagram e Facebook.

Quer receber notícias no seu whatsapp?

EU QUERO

Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Receba NOTÍCIAS
Posso Ajudar? ×