Entretenimento Compartilhar
Encontro

Taylor Swift recebe família de fã que morreu em show no RJ

Encontro aconteceu no Allianz Parque, em São Paulo, a pedido da produção da cantora

• Atualizado

SBT News

Por SBT News

Foto: Reprodução/Redes Sociais
Foto: Reprodução/Redes Sociais

A cantora Taylor Swift recebeu, na noite de domingo (26), a família de Ana Clara Benevides, fã que morreu após passar mal em um show da artista no Rio de Janeiro. O encontro aconteceu no Allianz Parque, em São Paulo, onde a estrela norte-americana realizou a última das três apresentações da “The Eras Tour” na capital paulista. 

Em comunicado, os advogados informaram que a família de Ana Clara foi convidada na última semana para assistir ao show. “Houve o convite para assistir ao show de domingo em São Paulo e a equipe de Taylor sinalizou a intenção da cantora em ajudar a família. Por toda a atenção, agradecem o respeito, carinho e solidariedade manifestada.

Ana Clara tinha 23 anos e era estudante de psicologia. Ela sofreu duas paradas cardiorrespiratórias após passar mal durante a primeira apresentação de Taylor no Estádio Nilton Santos, o Engenhão, na Zona Norte do Rio, no dia 17 de novembro. Na data, os termômetros marcavam 39,1ºC na cidade, com sensação térmica de 60°C.

O corpo de Ana Clara chegou a Campo Grande no início da última semana e foi levado até a Câmara Municipal de Sonora, no interior do Mato Grosso do Sul. O traslado foi custeado pelos próprios fãs da cantora e pessoas que se comoveram com a história da jovem. Segundo a mãe de Ana Clara, o dinheiro arrecadado foi o suficiente para custear o transporte e o enterro do corpo.

Na quinta-feira (23), o CEO da empresa Time for Fun (T4F), Serafim Abreu, responsável pela organização dos shows de Taylor no Brasil, se manifestou sobre o caso. Pelas redes sociais, ele pediu desculpas pela conduta da empresa durante a primeira parte da turnê brasileira da cantora, reconhecendo que a companhia poderia ter tomado ações adicionais para auxiliar os fãs durante o forte calor.

“Infelizmente, pela primeira vez em mais de 40 anos de atuação, tivemos uma fatalidade em um evento organizado pela Time for Fun. Sim, reconhecemos que poderíamos ter tomado algumas ações alternativas, adicionais a todas as outras que fizemos, como, por exemplo, criar locais de sombra nas áreas externas, alterar o horário dos shows inicialmente programados e enfatizar mais a permissão de entrar com copos de águas descartáveis”, disse Abreu.

Um dia antes, o governo federal publicou a portaria que obriga a distribuição gratuita de água em shows, festivais e quaisquer eventos de grandes proporções realizados em dias de calor, com altas temperaturas. O texto estipula ainda que os eventos deverão conter espaço físico e estrutura necessária para assegurar o rápido resgate de espectadores.

>> Para mais notícias, siga o SCC10 no TwitterInstagram e Facebook.

Quer receber notícias no seu whatsapp?

EU QUERO

Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Receba NOTÍCIAS
Posso Ajudar? ×