Saúde Compartilhar
Exclusivo

SC vai decretar situação de emergência por conta da dengue, confirma secretária da Saúde

Em entrevista exclusiva ao SCC SBT, a secretária da Saúde Carmen Zanotto afirmou que o Estado vai decretar situação de emergência por conta do aumento dos casos de dengue

• Atualizado

Redação

Por Redação

Foto: Dilnei Pacheco / SCC SBT
Foto: Dilnei Pacheco / SCC SBT

A secretária de Estado da Saúde Carmen Zanotto adiantou em entrevista exclusiva ao SCC SBT que Santa Catarina vai decretar situação de emergência devido à crescente no número de casos de dengue. O decreto deve ser publicado no Diário Oficia do Estado (DOE) desta quinta-feira (22).

O Governo do Estado divulgou que já foram registrados mais de 13 mil casos prováveis da doença e oito mortes confirmadas. A Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive) de Santa indica que a curva de casos prováveis segue em alta.

“Sim, ele deve ser publicado já nesta quinta-feira, ele já está construído, está indo para o Diário Oficial. Devemos estar na região mais complexa, no primeiro momento, que é exatamente a região de Joinville”

secretária carmen zanotto

O colunista Roberto Azevedo confirmou com a secretária que Santa Catarina já alcançou 3 mil casos da doença em 2024. O município Joinville, por exemplo, já decretou situação de emergência, após a Unidade Descentralizada de Vigilância Epidemiológica (UDVE) da Gerência Regional de Saúde de Joinville (SERSA/JOI) da Secretaria de Estado da Saúde (SES) considerar que a cidade está passando por uma epidemia de dengue.

Segundo a secretária, até nas cidades com temperaturas mais frias, o cuidado deve ser redobrado, devido à adaptação que o mosquito está passando, ao resistir ao clima frio. “O cuidado é fundamental para o conjunto dos municípios, inclusive os das regiões mais frias, como é o caso da região Serrana. O mosquito está se adaptando”, destaca.

Confira a entrevista da secretária Carmen Zanotto sobre a dengue

Vídeo: SCC SBT

A secretaria da Saúde estima que os casos podem ser reduzidos se ações simples, como não deixar água parada, forem tomadas por todos.

“Fortalecendo as ações de prevenção, 75% dos casos a gente pode reduzir com ações simples, que nós sabemos quais são, mas que lamentavelmente, muita gente não pratica”, explica ao afirmar que o governo está reforçando as campanhas de prevenção ao mosquito.

“Nós só vamos reduzir os caso de dengue com a sociedade civil”

carmen zanotto
Foto: Roberto Azevedo / SCC10

Oito mortes por dengue e aumento de 654,8% no número de casos em Santa Catarina

As oito mortes pela doença estão concentradas no Norte e no Litoral Norte catarinense, sendo cinco em Joinville, uma em São Francisco do Sul, uma em Araquari e uma em Itajaí. Outras três mortes ainda seguem em investigação nos municípios de Itapiranga, Itapoá e Penha.

Até a última quinta-feira (15) já foram registrados 13.002 casos prováveis de dengue em 175 municípios catarinenses. Os dados mostram um aumento de 654,8% em relação ao mesmo período do ano passado. Foram identificados 11.471 focos do Aedes aegypti em 207 municípios, sendo que 155 desses são considerados infestados pelo mosquito.

“Estamos trabalhando desde o ano passado em ações de prevenção juntamente com os municípios. Os casos aumentaram em todo o país e nós estamos em alerta. O governo repassou no ano passado R$ 15 milhões aos municípios e nos próximos dias iremos enviar mais R$ 5 milhões para as ações de combate municipais. Além disso, estamos investindo em campanhas publicitárias, mas precisamos que cada cidadão faça a sua parte e elimine os locais com água parada em suas casas e no seu trabalho”, destaca a secretária de Estado da Saúde, Carmen Zanotto.

“Ao apresentar febre, dor de cabeça, dores musculares e nas articulações, dor atrás dos olhos e manchas vermelhas na pele é importante procurar por um serviço de saúde para receber informações para tratamento”, salienta João Augusto Brancher Fuck, diretor de vigilância epidemiológica de SC.

>> Para mais notícias, siga o SCC10 no TwitterInstagram e Facebook.

Quer receber notícias no seu whatsapp?

EU QUERO

Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Receba NOTÍCIAS
Posso Ajudar? ×