Política Compartilhar
Eleição fora de época

Ministério Público vai fiscalizar eleição para prefeito e vice em Brusque

Ao todo, quatro candidatos disputam à vaga de prefeito na eleição em Brusque. 95.403 eleitores estão aptos a votar. Saiba mais

• Atualizado

Olga Helena de Paula

Por Olga Helena de Paula

Foto: Prefeitura de Brusque/Divulgação
Foto: Prefeitura de Brusque/Divulgação

O próximo domingo (03) vai ser de eleição na cidade de Brusque, no Vale do Itajaí. Os 95.403 eleitores aptos a votar, vão escolher o próximo prefeito e vice-prefeito do município e o Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) vai acompanhar a nova corrida aos cargos. Ao todo, quatro candidatos disputam à vaga para a Prefeitura de Brusque. Veja aqui quem está concorrendo.

A eleição acontecerá das 8h às 17h e a apuração vai ocorrer logo da sequência. A eleição vai abranger 268 seções eleitorais distribuídas em 49 locais de votação, onde 804 mesários e 168 auxiliares vão receber os eleitores. Ao todo, vão ser utilizadas 320 urnas eletrônicas, entre aquelas de seções, contingência e para treinamento de mesários. Veja como e onde votar.

Prefeito e vice anteriores tiveram o mandato cassado

O então Prefeito de Brusque, José Ari Vequi, e seu vice, Gilmar Doerner, tiveram o mandato cassado no dia 4 de abril deste ano por decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Cinco Ministros votaram a favor da cassação. Os dois são acusados de abuso de poder econômico durante a campanha em 2020. Foi determinada, ainda, a inelegibilidade dos dois políticos por oito anos.

Eleição fora de época

De acordo com a Promotora de Justiça Eleitoral Susana Perin Carnaúba, que responde pela 86ª Zona Eleitoral da Comarca de Brusque, a disputa está correndo de forma tranquila. A nova eleição a pegou a cidade de surpresa, mas todas as providências foram tomadas imediatamente para garantir uma eleição com lisura e confiança à população.

“O Ministério Público tem uma participação muito profunda nessas eleições, zelando pela situação, para que fique claro o que está sendo feito nas campanhas e no dia da votação, e também dar publicidade para que todos tenham acesso ao que está acontecendo, não só aos eleitores, mas aos candidatos, para que possam ficar tranquilos. O Ministério Público trabalha para que tudo ocorra dentro da maior normalidade possível”, completou a Promotora Eleitoral.

As regras da campanha seguem as determinações da Justiça Eleitoral, como em qualquer eleição. As propagandas dos candidatos estão sendo monitoradas pelo Promotor Eleitoral da 5ª Zona Eleitoral de Brusque. O Promotor de Justiça Eleitoral Daniel Westphal Taylor vem recebendo muitas representações de possível propaganda irregular. “Estamos investigando todas, mas até o momento não houve situação que acabou culminando em ação”, esclareceu.

>> Para mais notícias, siga o SCC10 no TwitterInstagram e Facebook.

Quer receber notícias no seu whatsapp?

EU QUERO

Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Receba NOTÍCIAS
Posso Ajudar? ×

    Este site é protegido por reCAPTCHA e Google
    Política de Privacidade e Termos de Serviço se aplicam.