Ponto e Contraponto Compartilhar
Ponto e Contraponto

“Vai ficar cada vez pior”: afirma senadora Ivete da Silveira sobre polarização política; assista

A senadora catarinense Ivete da Silveira fala sobre o Marco Temporal das Terras Indígenas, polarização política e o legado de Luiz Henrique da Silveira

• Atualizado

Redação

Por Redação

Fotos: Guilherme Brites, SCC SBT.
Fotos: Guilherme Brites, SCC SBT.

A senadora Ivete Appel da Silveira (MDB) falou sobre o momento que vive a política brasileira com a polarização, Marco Temporal de Terras Indígenas e a memória de Luiz Henrique da Silveira, um dos grandes nomes da política, em entrevista ao jornalista Roberto Azevedo, no Ponto e Contraponto.

Para a senadora, os embates entre os apoiadores de presidente Lula e do ex-presidente Bolsonaro devem se acolar.

“Eu acredito que vai ficar cada vez pior” comenta a senadora sobre a polarização política.

Segundo a polítrica, as discussões entre os dois lados dificultam as tratativas para que o Brasil avance em pautas importantes.

“Eu acredito que atrapalha. As coisas poderiam andar muito mais rapidez. É claro, precisa ser julgado o pessoal do 8 de janeiro, deve ser julgado, os que são inocentes devem voltar para casa, mas tem que dar um fim nisso, para as coisas importantes acelerarem”

Senadora Ivete Appel da Silveira

A senadora entente que enquanto o atual presidente continuar no cargo o embate político continuará. “Eu acho que essa luta deve continuar, sim, enquanto Lula estiver como presidente da república. Não tem data para terminar, acredito que só na próxima eleição”.

Reforma tributária precisa ser debatida

O jornalista Roberto Azevedo questionou a senadora sobre o debate da reforma tributária. “É política no café da manhã, no almoço e no jantar”, comenta sobre os trabalhos em Brasília.

A senadora destaca que ouve diversos pedidos de representantes dos setores que serão mais afetados pela reforma e que o texto ainda será muito debatido. “O povo catarinense e brasileiro está muito preocupado com o que está por vir”, afirma.

Ivete frisa que acredita que após todos os debates, o melhor para os catarinenses estará na reforma. “Vai ser aprovado, tenho certeza, o que for melhor para o nosso povo”, comenta.

Marco Temporal das Terras Indígenas

“Santa Catarina é um estado sui generis, é diferente dos outros estados, porque aqui nós não temos latifundiários, são pequenos agricultores, agricultura familiar”, é assim que a senadora define a diferença do debate do Marco Temporal das Terras Indígenas em relação ao Estado.

Para ela, o texto, como está, será prejudicial. “Se passar esse marco temporal, vai ser uma romaria para Brasília. O presidente vai ter que arcar com muita despesa para comprar terreno”, comenta.

A senadora frisa que o Senado e o Superior Tribunal Federal têm atribuições distintas e que uma possível decisão sobre o tema por parte da suprema corte não é o ideal. “Preocupa, e muito”, afirma sobre a votação no STF dobre Marco Temporal.

Veja a entrevista com a senadora Ivete Appel da Silveira

https://www.youtube.com/watch?v=He3V3b7Qsi4
Vídeo: SCC SBT

>> Senadora Ivete pergunta o que todo emedebista quer saber do secretário Jerry

>> Sem novidade sobre rodízio, Ivete da Silveira se encontra com Beto Martins

>> Para mais notícias, siga o SCC10 no TwitterInstagram e Facebook.

Quer receber notícias no seu whatsapp?

EU QUERO

Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Receba NOTÍCIAS
Posso Ajudar? ×