Cotidiano Compartilhar
PONTO E CONTRAPONTO

“O que precisamos é agilidade”, afirma Ricardo Guidi, secretário do Meio Ambiente, em entrevista no Ponto e Contraponto

O secretário Estadual do Meio Ambiente e da Economia Verde fala sobre os desafios da pasta

• Atualizado

Redação

Por Redação

Foto: SCC SBT
Foto: SCC SBT

O deputado federal (PSD) Ricardo Guidi, que está a frente da secretaria Estadual do Meio Ambiente e da Economia Verde, é o entrevistado deste sábado (14), do Ponto e Contraponto. O comentarista político Roberto Azevedo conversa com o secretário sobre seus desafios na pasta que cuida da gestão ambiental do Estado.

Para Guidi, a sobreposição de competências entre órgãos ambientais não é o cerne das dificuldades da secretaria. O secretário frisa que a atual legislação não é um empecilho, mas que sim, a morosidade dos processos para obter licenças ambientais, por exemplo, é algo que o governo trabalha para que se ganhe velocidade.

“A legislação ambiental é boa, o que precisamos é agilidade”

ricardo guidi, secretário Estadual do Meio Ambiente e da Economia Verde

O gestor destaca que é preciso que se cumpra o que está previsto em lei. “Muitas vezes o problema está na agilidade”, afirma.

Ricardo Guidi, que se reelegeu em 2022 para o cargo de deputado federal, conta que sua primeira oportunidade de trabalho no poder executivo de Santa Catarina está sendo de mutias realizações. “Esta sendo uma experiência muito bacana e produtiva, estou aprendendo muito”, comenta.

O secretário vê como principal problema a lentidão dos processos, o que pode desincentivar novos empreendimentos. Guidi quer garantir que a secretaria permita uma garantia para que os investimentos aconteçam: “Muitas vezes o empreendedor acaba mudando o foco, investindo em outro Estado ou deixando o dinheiro rendendo no banco”.

Confira a entrevista

Vídeo: SCC SBT

>> Para mais notícias, siga o SCC10 no TwitterInstagram e Facebook

Quer receber notícias no seu whatsapp?

EU QUERO

Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Receba NOTÍCIAS
Posso Ajudar? ×