Cotidiano Compartilhar
Eita

Mulher realiza karaokê em praia e causa polêmica; assista

No vídeo, a mulher aparece usando um microfone para cantar e a caixa de som em volume alto

• Atualizado

Redação

Por Redação

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Nos últimos dias, uma cena inusitada chamou atenção nas redes sociais. Trata-se de uma mulher realizando um karaokê em uma praia. Não há informações de que a cena tenha sido registrada em Santa Catarina. No vídeo compartilhado pelo perfil Floripa Mil Grau, a mulher aparece usando um microfone para cantar e a caixa de som em volume alto; veja:

Ricardo Pastrana, Subinspetor da Guarda Municipal de Florianópolis (GMF), comentou na publicação informando que “vão trazer novidades sobre esse assunto em breve”.

“Seu direito termina onde começa o do outro. Não é justo ou plausível impor que todos ao seu redor escutem seu gosto musical”, disse.

“Quando as pessoas vão à praia, buscam descansar e ouvir o som do mar, a natureza. Se quisessem música alta, iriam a um beach club. Bom senso é tudo; use apenas seu celular ou até mesmo fones de ouvido e seja feliz, fazendo quem está ao seu lado feliz”, concluiu.

Cidades de SC proíbem caixas de som em praias

Em 2021, as caixas de som, alto-falantes, ou “quaisquer outros equipamentos que causem perturbação ao sossego público” na orla de Itapema, foram proibidas. O Projeto de Lei Executivo nº 105/202, que chegou ao Legislativo no dia 4 de outubro, e foi votada em regime de urgência especial, foi aprovado por unanimidade no Legislativo, promove uma alteração no Código de Postura do município. As mudanças são válidas para toda orla, ou seja, envolve também toda extensão dos Parques Lineares do Centro, Meia Praia e Ilhota, bem como as ruas que dão acesso aos calçadões à beira mar, e vale para todas as praias de Itapema. Também fica proibido instalar churrasqueiras ou similares nesses locais.

A medida, segundo a Prefeitura, vem garantir o bem-estar público e a qualidade de vida coletiva, combatendo a poluição sonora e crimes ambientais. “É fundamental estabelecermos regras e ações para controlar o ruído excessivo, que vem interferindo na tranquilidade e sossego da população”, registra a prefeita Nilza Simas na justificativa do Projeto de Lei encaminhado para análise da Câmara.

Balneário Camboriú

Em 2021, o prefeito Fabrício Oliveira de Balneário Camboriú, publicou nessa o decreto proibindo o uso de equipamentos sonoros que causem perturbação do sossego público em BC.

O decreto leva em conta a necessidade de garantir o bem-estar público e a qualidade de vida coletiva, além do combate à poluição sonora em espaços públicos e de uso coletivo.

“A fiscalização da Prefeitura está atenta na praia e nos locais públicos onde o uso de caixas de som, de qualquer tamanho, esteja perturbando o sossego público e essas pessoas serão autuadas conforme o código de posturas do Município, que prevê, também, a apreensão do equipamento. A fiscalização do Município tem ouvido nas abordagens que as pessoas não tem consciência de que isso é proibido aqui em Balneário Camboriú, mas este decreto deixa agora bem claro que sim”, explica o prefeito Fabrício Oliveira.

>> Para mais notícias, siga o SCC10 no TwitterInstagram e Facebook.

Quer receber notícias no seu whatsapp?

EU QUERO

Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Receba NOTÍCIAS
Posso Ajudar? ×

    Este site é protegido por reCAPTCHA e Google
    Política de Privacidade e Termos de Serviço se aplicam.