Cotidiano Compartilhar
Recomeço

AMAVI pede que Governo Federal libere FGTS aos moradores de cidades em calamidade pública

Pelo menos municípios em situação de calamidade pública ainda não foram atendidos

• Atualizado

Redação

Por Redação

Foto: Defesa Civil de Vidal Ramos / Reprodução
Foto: Defesa Civil de Vidal Ramos / Reprodução

A Associação dos Municípios do Alto Vale do Itajaí (AMAVI) está fazendo uma campanha para cobrar que o Governo Federal libere o saque do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) aos moradores de cidades do Alto Vale do Itajaí que estão em estado de calamidade pública após as enchentes que atingiram a região no mês de novembro.

“Não queremos desemprego, miséria, não queremos fome, problemas com segurança pública e desigualdade em nossa região. Passamos por um momento difícil e agora é a hora de termos respostas rápidas para superar tudo isso”, pede a associação.

A associação destaca que a liberação do saque do FGTS é necessária para que a economia possa girar e “os empregos possam ser mantidos, através do dinheiro que é do trabalhador, na qual está precisando nesse momento tão desafiador”. A Associação dos Municípios do Alto Vale do Itajaí é a maior associação de municípios.

“Após as enchentes que assolaram nossa região, inúmeros documentos, contatos e ligações telefônicas foram efetuados para representantes do governo federal e lideranças políticas. Mas até o momento nenhum retorno efetivo foi retribuído”, afirma a AMAVI..

Municípios em situação de calamidade pública na qual estão pleiteando a liberação do FGTS

  • Agrolândia
  • Agronômica
  • Aurora
  • Braço do Trombudo
  • Ituporanga
  • Laurentino
  • Lontras
  • Petrolândia
  • Pouso Redondo
  • Rio do Oeste
  • Rio do Sul
  • Taió
  • Trombudo Central
  • Vidal Ramos

>> Para mais notícias, siga o SCC10 no TwitterInstagram e Facebook.

Quer receber notícias no seu whatsapp?

EU QUERO

Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Receba NOTÍCIAS
Posso Ajudar? ×