Segurança Compartilhar
Assustador

Vídeo: presidiário que fugiu na “saidinha” é executado por encapuzados

O grupo de encapuzados atirou no presidiário e também nos familiares dele

• Atualizado

SBT News

Por SBT News

Foto: reprodução via SBT News
Foto: reprodução via SBT News

Homens encapuzados executaram um presidiário que não voltou à cadeia depois da “saidinha” de Natal, na zona norte de Recife, na tarde de quarta-feira (10). Os suspeitos cometeram uma série de outros crimes no mesmo dia.

Antes da execução, o grupo foi flagrado circulando pela região. Eles atiraram em outro ex-presidiário, que trabalhava como entregador e tentava seguir a vida após sair da prisão. O homem foi socorrido e levado ao Hospital da Restauração.

O mesmo bando, provavelmente formado por quatro pessoas, continuou circulando no bairro e disparou contra Adalberto Gomes da Silva, de 45 anos. Ele foi preso por homicídio em 2002 e recebeu o indulto de Natal em 2021, não retornando à prisão desde então.

Familiares foram ao local do crime e o irmão e um primo de Adalberto voltaram para casa para pegar a documentação da vítima baleada e dar andamento ao processo de velório e enterro. O grupo encapuzado permaneceu na região e surpreendeu os parentes, confirmando que mataram Adalberto. Os criminosos ainda atiraram contra eles e alguns foram levados ao hospital.

O grupo permaneceu na comunidade, foi à casa de Adalberto e atirou mais vezes. Esse momento foi registrado por uma câmera de monitoramento. Nas imagens, é possível ver a chegada do veículo e a ação dos atiradores.

Na mesma noite, outro homicídio foi registrado na zona norte de Recife. A polícia investiga esse crime, mas não foi informado se tem relação com a série de ataques cometidos pelos atiradores.

>> Para mais notícias, siga o SCC10 no TwitterInstagram e Facebook.

Quer receber notícias no seu whatsapp?

EU QUERO

Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Receba NOTÍCIAS
Posso Ajudar? ×

    Este site é protegido por reCAPTCHA e Google
    Política de Privacidade e Termos de Serviço se aplicam.