Segurança Compartilhar
Luto

Polícia confirma a morte dos 4 ocupantes de helicóptero localizado em SP

A aeronave, que saiu do Campo de Marte, na zona norte da capital paulista, com destino a cidade de Ilhabela, no litoral norte, no dia 31 de dezembro, foi localizada por volta das 9h15 desta sexta-feira

• Atualizado

SBT News

Por SBT News

Foto: reprodução via SBT News
Foto: reprodução via SBT News

A Polícia Militar de São Paulo confirmou, durante coletiva de imprensa nesta sexta-feira (12), que os quatro ocupantes do helicóptero que ficou desaparecido por 12 dias estão mortos.

“Todos estão mortos”, disse o coronel Ronaldo Barreto de Oliveira, comandante da Aviação da PM do estado.

A aeronave, que saiu do Campo de Marte, na zona norte da capital paulista, com destino a cidade de Ilhabela, no litoral norte, no dia 31 de dezembro, foi localizada por volta das 9h15 desta sexta-feira, em Paraibuna (SP), no Vale do Paraíba. A região, segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), “é uma área de difícil acesso”.

Os destroços foram encontrados após um novo plano de buscas ser traçado, com base no sinal de antenas de celulares dos passageiros. A estratégia foi definida na quinta-feira (11), em uma reunião do Comando de Aviação da PM e a Polícia Civil.

“Em vez de fazer voos mais rápidos, para cobrir uma área maior, foi acertado que as equipes fariam voos em velocidade e altura menores, em uma área delimitada”, disse a pasta em um comunicado.

Além de helicópteros da PM e da Polícia Civil, duas aeronaves da Força Aérea Brasileira (FAB) participaram das buscas na região. O Águia 24, da Polícia Militar, foi o responsável pela localização.

Quem eram os ocupantes do helicóptero?

  • Cassiano Tete Teodoro, de 44 anos, piloto da aeronave;
  • Luciana Marley Rodzewics Santos, de 45 anos;
  • Letícia Ayumi Rodzewics Sakumoto, de 20 anos (filha de Luciana);
  • Raphael Torres, de 41 anos (amigo da família).

12 dias de busca

O helicóptero, um modelo Robson 44, saiu do Campo de Marte, na zona norte da capital paulista, com destino a Ilhabela, no dia 31 de dezembro. Além do piloto, identificado como Cassiano Tete Teodoro, a aeronave transportava três passageiros: Luciana Marley Rodzewics Santos e Letícia Ayumi Rodzewics Sakumoto, respectivamente mãe e filha, e Raphael Torres, um amigo da família. O trio pretendia passar o réveillon no litoral paulista.

O trajeto estava repleto de neblina e o piloto chegou a fazer um pouso de emergência. Letícia, de 20 anos, teria postado um vídeo nas redes sociais, segundo informações da família, dizendo que estava chovendo muito. “Ela postou ela no helicóptero indo. Mostra tudo. Só que, infelizmente, ela retorna falando que não dá pra pousar, que tava muito vento, tava chovendo demais. E aí não teve mais contato com ninguém”, conta a avó, Neusa Maria Rodsewics.

O piloto retomou o voo, mas a aeronave desapareceu quando sobrevoava a Serra do Mar. O local do primeiro pouso foi identificado pela polícia.

Robson 44, modelo igual ao helicóptero desaparecido | Divulgação

>> Para mais notícias, siga o SCC10 no TwitterInstagram e Facebook.

Quer receber notícias no seu whatsapp?

EU QUERO

Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Receba NOTÍCIAS
Posso Ajudar? ×

    Este site é protegido por reCAPTCHA e Google
    Política de Privacidade e Termos de Serviço se aplicam.