Segurança Compartilhar
usando máscara e lingerie

Homem é preso após se masturbar na frente de adolescente em SC

Suspeito foi detido pelos pais da vítima e populares

• Atualizado

Olga Helena de Paula

Por Olga Helena de Paula

Foto: Polícia Militar/Divulgação.
Foto: Polícia Militar/Divulgação.

Na manhã desta segunda-feira (26), por volta das 5h50, a Polícia Militar prendeu um homem por assediar uma adolescente no bairro Sangão, em Criciúma. Quando os agentes chegaram ao local, populares já havia detido o suspeito. A vítima relatou que aquela não tinha sido a primeira vez que o fato ocorreu.

A jovem contou para a polícia que na sexta-feira (23), por volta das 5h50, quando ia para o ponto de ônibus pegar o transporte escolar, ao passar por uma casa abandonada, escutou um assovio. Ao olhar, viu um homem vestindo máscara, lingerie e com o órgão sexual exposto. Em seguida, ele começou a se masturbar. Ela disse que ficou extremamente assustada e que saiu correndo, sendo que o suspeito a perseguiu até uma esquina, quando ela o perdeu de vista.

Nesta segunda-feira, acompanhada pelos pais, ela fez o mesmo trajeto e o homem estava novamente na casa abandonada. Outra vez, ele vestia lingerie e tinha o órgão sexual à mostra. Os seus pais então, com a ajuda de outros populares renderam o homem e acionaram a PM.

O criminoso tentou fugir do local e usou um caco de vidro para desferir golpes contra as pessoas. Ele feriu um homem, de 21 anos, causando um corte, que foi atendido pelo SAMU e passa bem.

Testemunhas e as vítimas confirmaram à polícia que o homem estava vestindo lingerie.

Entre os pertences do suspeito, os agentes encontraram um lubrificante sexual, lidocaína, lenços umedecidos, uma máscara preta, além de remédios controlados.

Ele foi preso e conduzido para a Central Regional de Plantão Policial para os procedimentos cabíveis.

>> Para mais notícias, siga o SCC10 no TwitterInstagram e Facebook.

Quer receber notícias no seu whatsapp?

EU QUERO

Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Receba NOTÍCIAS
Posso Ajudar? ×