Segurança Compartilhar
Tristeza

Após ser resgatado sem ferimentos aparentes, morre empresário que caiu de ultraleve

Queda aconteceu na manhã deste domingo (04)

• Atualizado

Redação

Por Redação

Morreu na tarde deste domingo (04), o empresário Mikael Minatti, que estava no ultraleve que caiu em Itapema, no Litoral Norte catarinense. Nesta manhã, Minatti e outra pessoa precisaram ser resgatadas após o avião ultraleve que estavam cair no mar da Meia Praia. A morte aconteceu horas após o acidente

Segundo informações repassadas pelo Corpo de Bombeiros Militar, as vítimas foram resgatadas sem ferimentos aparentes e recusaram atendimento médico. Por volta das 13h, os bombeiros foram acionados após Minatti ser encontrado já em parada cardiorrespiratória (PCR), na cama de casa.

No local, foi iniciada a Reanimação Cardiopulmonar (RCP), e em seguida ele foi conduzido ao hospital. Segundo os bombeiros ele foi conduzido ao hospital Santo Antônio, contudo, não resistiu e faleceu.

“Frisamos que não necessariamente a causa da morte esteja relacionada ao acidente, isso somente a Policia Civil e o IGP poderão informar”, informaram os bombeiros.

Nas redes sociais, amigos lamentaram o falecimento do empresário:

“Hoje Itapema está de luto, descanse em paz meu amigo”, lamentou um conhecido de Minatti. “Uma perda imensa pra comunidade aeronáutica. Um aviador, um empreendedor, um herói e incentivador da aviação. Fica minha admiração e melhores sentimentos a família”, escreveu outra pessoa.

A queda

A queda ocorreu na altura da rua 233, cerca de 200 metros da areia da praia. Segundo o condutor da aeronave, o motor parou de funcionar e ele precisou fazer um pouso forçado. Nenhum banhista ficou ferido.

De acordo com os bombeiros, o local precisou ser isolado e equipes da Marinha e da Aeronáutica foram acionadas para auxiliar na ocorrência.

Foto: CBMSC/Divulgação

>> Para mais notícias, siga o SCC10 no TwitterInstagram e Facebook.

Quer receber notícias no seu whatsapp?

EU QUERO

Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Receba NOTÍCIAS
Posso Ajudar? ×