Segurança Compartilhar
“sextorsão”

Após extorquir vítimas, suspeitos de utilizar perfil falso de delegado de SC são presos em RS

Até o momento, 14 pessoas foram detidas

• Atualizado

Olga Helena de Paula

Por Olga Helena de Paula

Foto: Polícia Civil.
Foto: Polícia Civil.

Nesta quarta-feira (24), policiais civis de Santa Catarina deflagraram a operação “Damas do Golpe”, com o objetivo de cumprir 17 mandados de prisão preventiva e 16 de busca e apreensão domiciliar. A ação investiga os suspeitos de realizar o “golpe do nudes” em SC, uma espécie de extorsão onde os criminosos, após troca de mensagens intimas, ameaçam as vítimas sob a condição de não prestar queixa ou divulgar as fotos para seus familiares e amigos.

De acordo com a PC, o golpe é amplamente difundido no Estado. Em um caso específico, os criminosos utilizaram um perfil falso do Delegado Regional de Caçador para chantagear as vítimas. Apenas na região do Meio Oeste catarinense, os suspeitos lucraram em torno de R$ 60 mil utilizando a imagem do delegado.

A investigação conseguiu comprovar a participação de diversas pessoas no golpe. Os policiais ainda encontraram movimentos bancários de R$ 2.800.000,00, entre créditos e débitos, o que demonstra que podem haver outras vítimas do crime.

Até o momento, 14 pessoas foram presas nas cidades de Porto Alegre, Novo Hamburgo, São Leopoldo, Nova Santa Rita, Sapiranga, Tramandaí, Salto do Jacuí e São Francisco de Assis, todas no Rio Grande do Sul.

A operação empregou mais de 60 policiais gaúchos e catarinenses para o êxito dos trabalhos.

>> Para mais notícias, siga o SCC10 no TwitterInstagram e Facebook.

Quer receber notícias no seu whatsapp?

EU QUERO

Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Receba NOTÍCIAS
Posso Ajudar? ×

    Este site é protegido por reCAPTCHA e Google
    Política de Privacidade e Termos de Serviço se aplicam.