×
×

Escolha sua região:

Sábado, 04 de dezembro de 2021. Santa Catarina Mude de região ▼
MENU
O portal da notícia
em Santa Catarina.
BUSCAR
Florianópolis contra a Covid
MENU
BUSCAR
Florianópolis contra a Covid
publicidade
block/article/header
Florianópolis contra a Covid Compartilhar

Especial

Terapias sensoriais e motoras são importantes aliadas no desenvolvimento de crianças autistas

Pensando na qualidade de vida e na inclusão de crianças autistas, a Prefeitura de Florianópolis desenvolveu o projeto Pró Autismo Floripa.

block/article/social-network
block/article/content__sidebar
Terapias sensoriais e motoras são importantes aliadas no desenvolvimento de crianças autistas
Foto: Prefeitura de Florianópolis, Divulgação

Exercícios físicos e terapias ocupacionais são aliados na melhora de habilidades motoras, no controle comportamental e ainda são uma ferramenta importante de inclusão de crianças com Transtorno do Espectro Autista (TEA), segundo estudos. Pensando na qualidade de vida e na inclusão de crianças autistas, a Prefeitura de Florianópolis, através da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer, e em parceria com a Associação de Pais e Amigos de Autistas (AMA) e com o Projeto Estimular, desenvolveu o projeto Pró Autismo Floripa.

Os cães, podem ser, além de melhores amigos do homem, importantes aliados no desenvolvimento psicossocial de crianças autistas. Os encontros de PET Terapia, oferecidos pelo projeto Pró Autismo Floripa, da Prefeitura de Florianópolis, além de serem recheados de emoção e diversão, incentivam a interação e a comunicação da criançada.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) o TEA é um transtorno do desenvolvimento neurológico, caracterizado por dificuldades de comunicação e interação social e pela presença de comportamentos e/ou interesses repetitivos ou restritos e pode ter diferentes níveis.

Observando as emoções, forma de falar, andar e se expressar, profissionais capacitados conseguem entender a necessidade de uma criança com TEA, e a partir disso, propor atividades específicas que irão contribuir no desenvolvimento da criança. O projeto, pioneiro no Brasil, já atende mais de 450 crianças e traz uma série de atividades gratuitas. Autistas da Capital podem participar de aulas de terapia sensorial, pet terapia, jiu-jítsu e aulas de estimulação aquática com professores especializados.

Todas as terapias oferecidas pelo Pró Autismo Floripa fornecem estimulação sensorial e permitem que a criança diminua o estresse, organize o comportamento, alcance o estado de relaxamento e melhore a relação com o ambiente. 

Autismo e atividades cotidianas

Ter uma rotina é fundamental para pessoas autistas. A terapia sensorial atua diretamente na sistematização de uma rotina diária, atuando na capacidade da criança em desempenhar, de forma autônoma, independente e plena, todas as ocupações, tarefas e atividades do cotidiano que ela terá ao longo da vida.

autismo
Foto: Prefeitura de Florianópolis, Divulgação

Diminuição de estresse e melhora no comportamento 

A estimulação aquática favorece o desenvolvimento de habilidades motoras e do tônus muscular, atuando na diminuição do estresse, melhora no comportamento e no equilíbrio e a relação de crianças autistas com o ambiente.

Depois de 10 anos abandonada, a Piscina Pública de Florianópolis, na Passarela Nego Quirido, hoje é palco da Terapia Aquática do Projeto.

  • autismo
  • autismo
  • autismo
  • autismo
  • autismo

Flexibilidade e equilíbrio

Dentro do Projeto Pró Autismo, crianças trabalham ainda com o desenvolvimento de força e flexibilidade. Nas aulas de Jiu-Jitsu é realizado o estímulo sensorial, reduzindo a hiperatividade e auxiliando a criança a adquirir disciplina.

“Cada vez mais a Prefeitura vai buscar fortalecer outras terapias ocupacionais, como equoterapia, para o maior desenvolvimento da criança”, promete Ed Pereira, secretário de Cultura, Esporte e Lazer.

Para participar do Pró Floripa basta fazer a inscrição AQUI.

>> Para mais notícias, siga o SCC10 no TwitterInstagram e Facebook.

query/article/query-columnist
block/article/social-network
block/general/block-plus-news