Bem-Viver Compartilhar
Remanejamento

Hospital Regional do Oeste emite alerta para superlotação do Pronto Socorro

Superlotação obriga remanejamento para atender pacientes nos leitos de observação

• Atualizado

Redação

Por Redação

Foto: HRO | Divulgação
Foto: HRO | Divulgação

Nos últimos dias, o Pronto Socorro do Hospital Regional do Oeste (HRO) registra aumento considerável na busca por atendimento médico, a maioria casos clínicos, sem urgência ou emergência. Esse cenário provocou superlotação, o que vem obrigando remanejamento para atender pacientes nos leitos de observação.

A direção do HRO solicita que a comunidade local e regional procure atendimento nas unidades mais próximas de suas casas. No caso de Chapecó, a solicitação é que os moradores busquem primeiro as Unidades Básicas de Saúde e UPAs. Em relação aos de fora do município, só após contato prévio com o médico assistente local ou o plantonista da regulação de leitos.

A maioria das internações registradas no Pronto Socorro é de casos clínicos e não tem relação com a Pandemia do Coronavírus. De qualquer forma, os leitos de UTI e Enfermaria Covid continuam lotados. Nesta sexta (21) pela manhã haviam 113 pacientes internados, 93 em UTI e outros 20 em enfermaria.

>> PARA MAIS NOTÍCIAS, SIGA O SCC10 NO TWITTERINSTAGRAM E FACEBOOK.

Quer receber notícias no seu whatsapp?

EU QUERO

Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Receba NOTÍCIAS
Posso Ajudar? ×

    Este site é protegido por reCAPTCHA e Google
    Política de Privacidade e Termos de Serviço se aplicam.