×
×

Escolha sua região:

Sexta-feira, 30 de julho de 2021. Santa Catarina Mude de região ▼
MENU
O portal da notícia
em Santa Catarina.
BUSCAR
Política
MENU
BUSCAR
Política
publicidade
block/article/header
Política Compartilhar

Improbidade

Gean Loureiro assina acordo para arquivamento de investigação por improbidade administrativa

O acordo prevê multa de mais de 27 mil em TAC que investigava possíveis atos ilícitos nas dependências da prefeitura.

block/article/social-network
block/article/content__sidebar
Gean Loureiro assina acordo para arquivamento de investigação por improbidade administrativa
Foto: Reprodução

No início de junho, o Ministério Público de Santa Catarina ( MPSC), assinou um acordo de não persecução civil com o prefeito Gean Loureiro (DEM). A decisão esta ligada ao inquérito que investiga possível ato de improbidade administrativa de Gean Loureiro, no caso da denúncia de relações sexuais com uma ex-servidora comissionada dentro da prefeitura.

>> MPSC abre investigação para apurar crime de improbidade do prefeito Gean Loureiro

O acordo foi assinado pela promotora Juliana Padrão Serra Araújo, de Florianópolis. Constam no acordo duas obrigações que devem ser cumpridas por Gean: pagar o valor equivalente ao salário bruto da função, que é de R$ 27.740,11, e respeitar o ambiente interno do poder público municipal apenas para os devidos fins. O valor será enviado para o Fundo para Reconstituição de Bens Lesados (FRBL) do MP-SC.

O precisa ser homologado pelo Conselho Superior do Ministério Público. A promotoria responsável pelo caso enviou o arquivamento ao Conselho na sexta-feira (11).

A redação do SCC 10 entrou em contato com a assessoria do prefeito Gean Loureiro, mas não obteve resposta até a publicação desta matéria, que será atualizada tão logo tenhamos retorno.

Relembre o caso:

EM outubro de 2020, uma ex-servidora da secretaria de Turismo da prefeitura registrou contra Gean Loureiro, na época, candidato à reeleição. A mulher o acusou de estupro nas dependências da municipalidade.

Gean rebateu a acusação. Confirmou que houve relacionamento extraconjungal com a servidora. Mas que foi de forma consensual.


>> Para receber as informações mais importantes do dia pelo WhatsApp, gratuitamente, basta clicar AQUI!

>> PARA MAIS NOTÍCIAS, SIGA O SCC10 NO TWITTERINSTAGRAM FACEBOOK.

query/article/query-columnist
publicidade
publicidade
block/article/social-network
block/general/block-plus-news
Scroll Up