Política Compartilhar
Processo

Com desempate, Câmara de Vereadores nega abertura de impeachment de prefeito de Guaramirim

O presidente da Câmara de Vereadores desempatou votando contra a abertura do processo de impeachment

• Atualizado

Redação

Por Redação

Arquivo/Divulgação
Arquivo/Divulgação

A Câmara de Vereadores de Guaramirim negou a abertura do processo de impeachment contra o prefeito Luis Antonio Chiodini (PP), réu na Operação Mensageiro por suspeita de aceitar propina em esquema de licitação fraudulenta no recolhimento e destinação do lixo. Chiodini se entregou à polícia no dia 2 de maio após voltar de viagem internacional e foi preso.

Outros quatro assessores do prefeito viraram réus na operação, além de outros prefeitos.

A Votação

Com a votação pela abertura do processo de impeachment empatada em quatro a quatro, o presidente da Câmara Matias Tomczak (UB) desempatou, votando contra a abertura do impeachment.

Veja como votaram os vereadores de Guaramirim

Admar Antônio Paludo (PP) – CONTRA
Ezequiel Ramalho Bezerra de Souza (UB) – A FAVOR
Gerson Izidio Peixer (PSD) – CONTRA
Jaime Decker (MDB) – A FAVOR
Professora Maria Rosana Zermiani Franz (PSD)- A FAVOR
Osvaldo Pereira Barbosa – CONTRA
Nilson Bylaardt (MDB) – A FAVOR
Tiago Stoinski (PP) – CONTRA

Presidente da Câmara de Vereadores de Guaramirim, Matias Tomczak (UB), decidiu após o empate: CONTRA

Assista à sessão da Câmara de Vereadores de Guaramirim

>> Para mais notícias, siga o SCC10 no TwitterInstagram e Facebook.

Quer receber notícias no seu whatsapp?

EU QUERO

Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Receba NOTÍCIAS
Posso Ajudar? ×

    Este site é protegido por reCAPTCHA e Google
    Política de Privacidade e Termos de Serviço se aplicam.