Economia Compartilhar
US$ 13 bilhões!

Itajaí lidera ranking de importação no Brasil

Joinville também aparece no levantamento nacional

• Atualizado

Olga Helena de Paula

Por Olga Helena de Paula

Foto: Divulgação.
Foto: Divulgação.

O Município de Itajaí alcançou a liderança do ranking de importação no Brasil. A cidade, responsável pelo maior Produto Interno Bruto (PIB) de Santa Catarina, arrecadou com importações em 2023 o total de US$ 13.150.114.858,00, equivalente a mais de R$ 64 bilhões. O dado representa 5,47% de todas as importações do país.

De acordo com os dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, compilados pela Tek Trade, empresa do ramo de importação e exportação, as companhias sediadas em Itajaí compraram mercadorias principalmente da Ásia (50,48%), Europa (19,80%) e América do Sul (17,29%). Com o resultado, o Município ultrapassou grandes centros do país, como Manaus, São Paulo e Rio de Janeiro, segundo, terceiro e quarto colocados, respectivamente.

“Esse resultado diz respeito às empresas com endereço fiscal em Itajaí e que importaram no ano de 2023. Não tem relação direta com o porto da cidade, já que, inclusive, ele esteve inoperante e muitas empresas acabaram optando por trazer as cargas por meio de outros portos de Santa Catarina”, explica o CEO da Tek Trade, Rogério Marin, que também é presidente do Sindicato das Empresas de Comércio Exterior do Estado de Santa Catarina (Sinditrade).

Entre os produtos importados pelas empresas da cidade, destaque para os químicos (19,21%), máquinas e aparelhos eletrônicos (17,71%), plásticos e derivados (16,33%).

“Pode-se observar que são itens essenciais para todo o país e países do Mercosul. Esse saldo de R$ 64 bilhões em conversão direta, 5,47% de todas as importações do Brasil, teria sido muito maior caso as operações no Porto de Itajaí estivessem normalizadas no ano passado”, ressalta o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo de Itajaí, Thiago Morastoni.

“Esse dado se dá pelo fortalecimento cada vez maior do comércio exterior aqui na nossa região. Esse é um dos setores que mais gera empregos e cresce em Itajaí. A nossa excelente condição logística, com os terminais portuários e proximidade com a BR-101, é o que fez esse setor se desenvolver tanto ao longo dos anos, juntamente com os incentivos oferecidos para empresas que se instalam em Itajaí. Está cada vez mais vantajoso operar por meio de Itajaí. Não é à toa que cresce o número de condomínios logísticos na nossa cidade”, complementa Thiago Morastoni.

Confira o ranking de importações em 2023

Itajaí/SC – US$ 13.150.114.858,00
Manaus/AM – US$ 12.550.959.863,00
São Paulo/SP – US$8.448.290.747,00
Rio de Janeiro/RJ – US$ 7.098.696.464,00
Petrópolis/RJ – US$ 6.558.269.294,00
São Luís/MA – US$ 4.700.722.969,00
Joinville/SC – US$ 4.521.736.605,00
Curitiba/PR – US$ 4.140.515.502,00
Paulínia/SP – US$ 4.037.820.394,00
Duque de Caxias/RJ – US$ 3.770.160.125,00

>> Para mais notícias, siga o SCC10 no TwitterInstagram e Facebook.

Quer receber notícias no seu whatsapp?

EU QUERO

Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Receba NOTÍCIAS
Posso Ajudar? ×

    Este site é protegido por reCAPTCHA e Google
    Política de Privacidade e Termos de Serviço se aplicam.