Economia Compartilhar
Renegociação de dívidas!

Caixa e Banco do Brasil abrem mais cedo nesta quarta-feira para mutirão do Desenrola

Podem ser renegociadas as dívidas que tenham sido negativadas de 2019 a 2022, cujo valor seja de até R$ 20 mil

• Atualizado

SBT News

Por SBT News

As operações podem ser divididas em até 60 meses, com juros de até 1,99% ao mês | Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
As operações podem ser divididas em até 60 meses, com juros de até 1,99% ao mês | Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

As agências da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil irão iniciar o atendimento uma hora mais cedo nesta quarta-feira (22) para o mutirão do programa Desenrola Brasil. O objetivo, segundo o Ministério da Fazenda, é estimular a negociação de contratos em atraso, ampliar o alcance do programa e reduzir o endividamento da população.

Podem ser renegociadas as dívidas que tenham sido negativadas de 2019 a 2022, cujo valor seja de até R$ 20 mil. Também estão incluídos débitos bancários, como cartão de crédito, e contas atrasadas de outros setores, como energia, água e comércio varejista. As operações podem ser divididas em até 60 meses, com juros de até 1,99% ao mês.

O programa oferece ainda desconto médio de 83% nas dívidas – percentual que pode chegar a 99% em alguns casos. Na renegociação, o cliente pode optar por quitar as dívidas sem entrada imediata, assim como utilizar a primeira parcela do 13º salário para solucionar pendências e começar a pagar os débitos a partir de dois meses.

Além do Desenrola Brasil, os clientes encontrarão nas agências atendimento sobre a negociação de dívidas do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Também serão disponibilizadas informações sobre a quitação de contratos do Minha Casa, Minha Vida para quem recebe o Benefício de Prestação Continuada (BPC) ou Bolsa Família.

>> Para mais notícias, siga o SCC10 no TwitterInstagram e Facebook.

Quer receber notícias no seu whatsapp?

EU QUERO

Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Receba NOTÍCIAS
Posso Ajudar? ×