Mundo Compartilhar
Estratégias

Brasileiros vivem em barracas para economizar com aluguel em Lisboa

Capital portuguesa é a cidade com o aluguel mais caro da Europa

• Atualizado

SBT News

Por SBT News

Foto: Reprodução/SBT News
Foto: Reprodução/SBT News

Lisboa se tornou, em junho deste ano, a cidade com o aluguel mais caro da Europa. Na tentativa de economizar, um grupo que inclui brasileiros está acampado em barracas numa área valorizada, em disputa judicial, na região metropolitana da capital portuguesa.

Andreia Costa chegou a lisboa em abril do ano passado, com 600 euros no bolso e um emprego que durou apenas um mês. Há um ano e meio ela faz faxina e vende marmita para alimentar o sonho de comprar um trailer e voltar a trabalhar com marcenaria. “juntando todos os meus serviços, eu consigo tirar 800 euros”, conta.

Metade do dinheiro estava indo embora com o aluguel mensal. Não de uma casa, mas de um quarto e, ainda por cima, compartilhado.”50% é um absurdo para arrendamento, é um absurdo. Então foi aí que eu achei essa estratégia aqui”, afirma Andreia.

Primeiro, Andreia comprou duas barracas de camping. Depois, chamou a amiga Márcia, com quem divide os trabalhos de faxina e de confecção das marmitas.

“Eu vim para Portugal para fazer uma faculdade de gastronomia, que é o meu sonho, desde o Brasil. Cheguei e encontrei algumas dificuldades, porque a gente se planeja, se planeja, mas a realidade é outra coisa”, conta Márcia Álvaro.

Márcia chegou a dividir um quarto com quatro pessoas. Agora, dormindo na barraca, ela consegue guardar dinheiro para apostar no futuro.

As amigas estão acampadas na Quinta dos Ingleses, uma área nobre, ao lado de um dos colégios mais caros de Portugal. No espaço, há outras barracas e trailers. Segundo moradores, de 15 a 20 brasileiros se hospedam por lá.

A Quinta dos Ingleses é uma área verde, com 52 hectares, a menos de 300 metros da praia de Carcavelos, na região metropolitana de Lisboa. Há anos, os donos da quinta tentam construir um grande condomínio de luxo, mas uma associação de ambientalistas reivindica a área para uso público. Aos poucos, a quinta tem se transformado num camping informal, atraindo turistas, surfistas e moradores.

Com turismo e inflação em alta, Portugal vive uma crise de habitação. Em junho deste ano, Lisboa se tornou a cidade com o aluguel mais caro da Europa. Um apartamento de um quarto custa, em média, 2.500 euros, o equivalente a R$ 12.500. Já o salário médio líquido não chega a 1.400 euros.

De acordo com a Câmara Municipal de Lisboa, a capital portuguesa tem cerca de 2.300 pessoas sem moradia, vivendo em alojamento temporário ou nas ruas.

Assista a reportagem

>> Para mais notícias, siga o SCC10 no TwitterInstagram e Facebook.

Quer receber notícias no seu whatsapp?

EU QUERO

Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Receba NOTÍCIAS
Posso Ajudar? ×