Esporte Compartilhar
Vitória!

Paratleta catarinense conquista ouro na Copa Brasil de Jovens

A competição aconteceu em São Paulo nos dias 29 e 30 de julho

Por

• Atualizado

Atleta Beatriz. Foto: Copa Brasil de Jovens/Divulgação
Atleta Beatriz. Foto: Copa Brasil de Jovens/Divulgação

A atleta Beatriz Marta das Chagas e sua equipe técnica da Fundação Catarinense de Educação Especial (FCEE) conquistaram a medalha de ouro na classe BC1 feminino da Copa Brasil de Jovens de Bocha Paralímpica 2022. A competição, realizada pela Ande (Associação Nacional de Desportos para Deficientes) com apoio do Comitê Paralímpico Brasileiro, aconteceu em São Paulo nos dias 29 e 30 de julho, e contou com a participação de 41 atletas de todo o Brasil.

“Cada competição é um novo aprendizado que fortalece e incentiva a equipe para melhorar ainda mais os treinamentos e as técnicas dos atletas. Então essa vitória é fundamental para o desenvolvimento do nosso trabalho”, comenta Fabíola Spader, técnica e educadora física da equipe da FCEE.

Beatriz Marta das Chagas é beneficiada pelo Programa Bolsa Atleta de Santa Catarina, criado em janeiro deste ano. A esportista e sua assistente desportiva Francielli Rezende, conquistaram a vaga na Copa Brasil de Jovens em função da sua primeira colocação no Campeonato Brasileiro de Jovens de Bocha Paralímpica 2022, realizado em junho em Curitiba (PR). O campeonato é uma das etapas para definir o elenco que vai compor a Seleção Brasileira Paralímpica para os Jogos Parapan-Americanos da Juventude, que será realizado em junho de 2023 na Colômbia.

Foto: Copa Brasil de Jovens/Divulgação

Os próximos desafios de Beatriz e equipe técnica da FCEE serão a segunda etapa do Circuito Catarinense, no mês de agosto deste ano, e, no mês de setembro, o Campeonato Brasileiro em Uberlândia – Minas Gerais. As outras vencedoras da categoria na Copa Brasil de Jovens 2022 foram Daniela Zinke, atleta de Blumenau, e Gabriele Rodrigues, de São Paulo, que conquistaram as medalhas de prata e de bronze, respectivamente. A classe BC1 da Bocha Paralímpica é destinada a atletas com paralisia cerebral que podem jogar com as mãos e/ou com os pés – e permite a atuação de um auxiliar, mas apenas para entregar a bola ao jogador.

Sobre a paratleta

Beatriz Marta das Chagas treina no Centro de Educação Física (CEDUF) da FCEE há quatro anos, assessorada pela assistente desportiva Francielli Rezende e por Fabíola Spader, técnica e educadora física da equipe. Aos 18 anos de idade, ela já acumula conquistas importantes. Na primeira etapa do Circuito Catarinense de Bocha Paralímpica, realizada em maio em Itajaí, Beatriz e sua assistente desportiva, Francielli Rezende, garantiram medalha de ouro na classe BC1.

A dupla também conquistou o primeiro lugar na 16a edição dos Jogos Abertos Paradesportivos de SC – Parajasc, em dezembro do ano passado. No Campeonato Brasileiro Intermediário Feminino de Bocha Paralímpica, que ocorreu em novembro, garantiu a prata. Em 2019, conquistaram medalha de ouro no Circuito Catarinense de Bocha Paralímpica e na 10ª edição dos Parajesc.

>>> PARA MAIS NOTÍCIAS, SIGA O SCC10 NO TWITTERINSTAGRAM E FACEBOOK.

publicidade
publicidade

Veja mais