×
×

Escolha sua região:

Segunda-feira, 14 de junho de 2021. Santa Catarina Mude de região ▼
MENU
O portal da notícia
em Santa Catarina.
BUSCAR
Futebol
MENU
BUSCAR
Futebol
publicidade
block/single-columnist/block-title

Fabio Schardong

Jornalista com 32 anos de profissão. Comunicador na Rádio Chapecó desde 2005.

[email protected]
block/article/header
Futebol Compartilhar

Fabio Schardong

Chape está fora da Copa do Brasil

Com a eliminação, premiação de R$ 2,7 milhões ficou só no imaginário

block/article/social-network
block/article/content__sidebar
Chape está fora da Copa do Brasil
Foto: Márcio Cunha/ACF

A Chapecoense está fora da Copa do Brasil após perder por 3 a 1 para o ABC de Natal. Em casa, a Chape venceu por 3 a 1, na semana passada, e não conseguiu administrar na partida de volta, na tarde desta quarta-feira (09), em Natal (RN). Os gols foram de Marcos Antônio, Wallyson e Ederson. O ABC segue na competição, fatura R$ 2,7 milhões, e a Chapecoense terá 36 jogos até o fim do ano, todos pela Série A, que é a única competição que resta.

O jogo
O time da casa abriu 2 a 0 no primeiro tempo de jogo. Marcos Antônio inaugurou o placar aos 18 minutos. Ele cobrou falta da intermediária, a bola desviou e encobriu o goleiro Tiepo. Esse resultado ainda classificava a Chapecoense. Já aos 38 minutos, Netinho cobrou lateral dentro da área, Derlan desviou para a marca de pênalti, Wallyson girou de primeira e Tiepo não pegou.

O Verdão até poderia ter descontado. Poderia, não fosse Anselmo Ramon perder um pênalti, de cavadinha que acerou o travessão, aos 43 minutos. O mesmo Ramon, de cabeça, acertou a trave ao ABC aos 46 minutos. O placar parcial levava a decisão para as penalidades.

E teve mais bola na trave. Foi aos 6 minutos da segunda etapa, quando Ravanelli cobrou escanteio e quase fez gol olímpico. Além da trave e do travessão, a equipe de Natal contava com grande atuação do goleiro Welligton, que fez alguns milagres no segundo tempo.

Parecia ser questão de tempo para o gol da Chape sair. Parecia, pois quem marcou foi o ABC. Marcos Antônio cobrou falta, Alan Pedro cruzou por baixo e Éderson marcou. Era o placar necessário para se classificar. Agora o torcedor da Chapecoense rezava para achar um gol e levar aos pênaltis. No desespero, a equipe treinada pro Jair Ventura tentava mas não conseguia marcar. Foi assim até o fim e o placar de 3 a 0 para o ABC se manteve, eliminando a Associação Chapecoense de Futebol.

Rasgou dinheiro
A vantagem da Chape para o jogo de volta era grande – poderia perder por até um gol de diferença, e o time não soube buscar a classificação. A equipe de Série D eliminou o time de Série A. E mais, com a eliminação o clube da “A” deixou de receber R$ 2,7 milhões de premiação. E a gente sabe a situação caótica das finanças. Seria um dinheiro importantíssimo nos cofres da Arena Condá.

Time fraco
O elenco da Chapecoense é fraco. Um time que sofreu no Campeonato Catarinense, apesar de ter chegado nas finais. Falta quase tudo. A cobrança deve ser feita a quem contratou até agora e quem deixou de contratar. Elenco mal formado, que faz sofrer o torcedor. Horrível o pós desta quarta-feira. O sofrimento, nesse ritmo, vai ser grande. Pouco futebol, pouco dinheiro e muito time grande pela frente no Brasileirão. Vai ser um 2021 daqueles.

Domingo
Domingo (13), às 20h30, tem Chapecoense x Ceará, pela 3ª rodada da Série A. Até aqui o time não venceu na competição. São dois jogos e duas derrotas, seis gols sofridos e um marcado.

Ficha técnica de ABC 3×0 Chapecoense

• ABC: 1)Welligton 2)Netinho 28)Alisson Cassiano 4)Helitão 27)Marcos Antônio (Felipe Manoel) 5)Vinícius Paulista (Denner) 17)Vaderrama 7)Alan Pedro 30)Bruno Souza 11)Wellyson (Éderson) 23)Claudinho (Vinícius Leandro) Técnico – Moacir Junior

• Chapecoense: 98)Tiepo 2)Matheus Ribeiro (Felipe Santana) 3)Laércio 34)Derlan 6)Busanello 5)Moisés Ribeiro (Kaio Nunes) 20)Ravanelli 32)Lima (Ronei) 11)Fernandinho (Geuvânio) 38)Fabinho (Bruno Silva) 9)Anselmo Ramon Técnico – Jair Ventura

• Arbitragem: Rodrigo Batista Raposo (CBF), auxiliado por Leila Naiara Moreira da Cruz (Fifa) e Lucas Torquato Guerra (CBF) – Trio do DF. Quarto árbitro- Tarcisio Flores da Silva (CBF/RN) / Analista de Campo – Aldeilma Luzia da Silva CBF (CBF/RN)
• Cartões amarelos: Fernandinho, Bruno Silva, Geuvânio (Cha); Marcos Antônio, Vinícius Paulista, Valderrama, Welligton (ABC)

• Estádio: Frasqueirão, em Natal (RN)
• Data: 09/06/2021 (Quarta-feira)
• Horário: 16h30


>> Para receber as informações mais importantes do dia pelo WhatsApp, gratuitamente, basta clicar AQUI!

>> PARA MAIS NOTÍCIAS, SIGA O SCC10 NO TWITTERINSTAGRAM E FACEBOOK

query/general/query-columnist
Colunistas
publicidade
block/article/social-network
block/general/block-plus-news
Scroll Up