Tempo Compartilhar
Impressionante

Vídeo mostra grande volume de água extravasando de barragem em rio que causou tragédia no RS

O volume de água da barragem foi levantado como hipótese causadora da elevação do rio, mas empresa que administra a usina descartou a possibilidade

• Atualizado

Redação

Por Redação

Foto: Conexão GeoClima / Reprodução
Foto: Conexão GeoClima / Reprodução

Um vídeo que teria sido feito na Usina Castro Alves, no rio das Antas, no Rio Grande do Sul, no dia 4 de setembro, mostra um grande volume de água nos vertedouros nas laterais da estrutura, que acabaram indo para o rio.

A água da usina hidrelétrica foi levantada como hipótese causadora para a rápida elevação do rio que causou destruição em diversas cidades nos últimos dias.

O Complexo Energético Rio das Antas (Ceran), que administa a usina, informou que na última segunda, o rio das Antas atingiu a vazão mais alta desde a construção das usinas e uma das maiores vazões que se tem registro.

“Infelizmente, as barragens não conseguem reduzir altas afluências e mitigar os impactos no entorno do rio, pois as barragens da Ceran possuem vertedouro do tipo soleira livre e tem a característica “a fio d’água”, ou seja, não tem capacidade de armazenamento e nem de regular o fluxo do rio, pois todo o excedente de água passa por cima da barragem”, explicou a Ceran.

Veja o vídeo

>> Para mais notícias, siga o SCC10 no TwitterInstagram e Facebook.

Quer receber notícias no seu whatsapp?

EU QUERO

Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Receba NOTÍCIAS
Posso Ajudar? ×