Cotidiano Compartilhar
GREVE

Após 12 dias de greve, Prefeitura faz apelo para trabalhadores; veja os detalhes

Até o momento não teve acordo aceito entre as duas partes

• Atualizado

Redação

Por Redação

Foto: Fernando Oliveira/SCC SBT
Foto: Fernando Oliveira/SCC SBT

Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Florianópolis (SINTRASEM) está de greve desde 30 de maio e segue em tentativas de acordo com a prefeitura da Capital.

Na tarde de hoje (12), o Sindicato se reúne mais uma vez para avaliar os próximos dias da greve. Haverá também uma audiência de conciliação na quarta-feira (14). De acordo com o Sindicato, é a segunda tentativa de mediação por meio do poder público. A Prefeitura confirmou a presença.

Por enquanto, a categoria rejeitou a proposta da prefeitura, “Além de não aumentar a proposta de valorização salarial, não houve avanços nos planos de carreira, a proposta para realização de concursos públicos é vaga e não há nenhuma palavra sobre o fim das terceirizações no serviço público”, informou o Sindicato.

O que diz a Prefeitura

A Prefeitura de Florianópolis informou hoje (12) que a proposta feita é quase o dobro da inflação.

“O Índice Nacional de Preços ao Consumidor, INPC, usado como base inflacionária para definir o reajuste salarial dos servidores de Florianópolis fechou com acumulado de 3,8% nos últimos 12 meses. Isso significa que a proposta da Prefeitura de 6% no salário tem um ganho real ainda maior do que o projetado no início das negociações. Ao invés de 1% de ganho real, serão 2,2%.”

Prefeitura Municipal de Florianópolis

A Prefeitura ainda emitiu um apelo para que os servidores retornem ao trabalho e cumpram a decisão judicial que decretou a greve ilegal.

A proposta da Prefeitura de Florianópolis para os servidores é de aumento de 6% no salário. O reajuste está acima da inflação, estabelecida em 3,8% pelo INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor). O executivo municipal pede o retorno imediato de todos os grevistas e o restabelecimento das negociações.

Prefeitura Municipal de Florianópolis

Adesão à greve

De acordo com a Prefeitura de Florianópolis, houve uma redução de servidores paralisados. Na educação baixou de 52% para 42% de trabalhadores; Já na saúde baixou de 17% para 14%.

>> Para mais notícias, siga o SCC10 no TwitterInstagram e Facebook.

Quer receber notícias no seu whatsapp?

EU QUERO

Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Receba NOTÍCIAS
Posso Ajudar? ×