Cotidiano
templates/template-single-article-texto
block/article/header
Cotidiano Compartilhar
prepara o bolso

Preço do prato feito subiu 23% em 12 meses

Os aumentos no preço dos alimentos tem pesado no bolso dos restaurantes e dos clientes

block/article/social-network
block/article/content__sidebar
Preço do prato feito subiu 23% em 12 meses
Foto: Reprodução/SCC Meio-Dia

Nos últimos 12 meses o prato feito ficou 23% mais caro. Os aumentos no preço dos alimentos tem pesado no bolso dos restaurantes e dos clientes.

Segundo o Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (FGV Ibre), nos últimos 12 meses o frango subiu 21,10%; carnes bovinas 11,82% e ovos 11,32%. Mas, a alta do prato feito, está relacionada a salada. O tomate subiu 126,80%; alface 32,5%; batata inglesa 44,65% e a cebola 12,44%.

O economista da FGV Ibre, Matheus Peçanha, afirma que, a diminuição do preço dos alimentos em um curto prazo, pode ter um impacto de aceleração novamente por conta da geada. Na primavera, se as condições de oferta melhorarem pode voltar a diminuir o preço, mas ao longo do prazo os custos ainda estão pressionados.

ASSISTA A REPORTAGEM

>> Siga o SCC10 no TwitterInstagram e Facebook.

Entre no grupo do SCC10 e receba as principais notícias da sua região pelo WhatsApp

Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp

block/article/query-columnist
publicidade
publicidade
block/article/social-network
block/general/block-plus-news

Veja mais