Bem-Viver Compartilhar
Dia Internacional da Mulher

Margaridas da Comcap: “nada mais importante que mulheres ocuparem lugares que homens predominam”

Por trás dos uniformes de trabalhadoras, há mulheres que superam preconceitos, são fortes e vencem duplas ou até triplas jornadas de trabalho

• Atualizado

Redação

Por Redação

Bernadete Cordeiro faz parte de um grupo de 143 garis e auxiliares operacionais da Comcap | Foto: reprodução/SCC SBT
Bernadete Cordeiro faz parte de um grupo de 143 garis e auxiliares operacionais da Comcap | Foto: reprodução/SCC SBT

Bernadete Cordeiro, Cintia Aparecida e Michele Rodrigues fazem parte de um grupo de 143 garis e auxiliares operacionais da Comcap (Companhia de Melhoramentos da Capital). As mulheres que trabalham na companhia são popularmente conhecidas como margaridas, e normalmente trabalham na varrição e na manutenção de lixeiras de Florianópolis.

E claro que elas não se preocupam apenas com a beleza da cidade. Antes de começar o trabalho pesado, um batom, um retoque na maquiagem. “É bom pra autoestima, eu gosto de me arrumar. Mas de manhã é rapidinho, porque tenho que pegar o ônibus às 06:10”, conta Bernadete Cordeiro.

Cíntia concorda com a colega de trabalho e ainda reforça: “não é porque a gente trabalha com lixo que temos que cheirar como lixo. A gente tem sempre que estar sempre cheirosinha, com um batonzinho para hidratar os lábios”.

Por trás dos uniformes de trabalhadoras, há mulheres que superam preconceitos, são fortes e vencem duplas ou até triplas jornadas de trabalho. Michele Rodrigues, a supervisora e encarregada da Comcap, explica que é muito importante que mulheres ocupem lugares majoritariamente masculinos. “Nada como uma mulher entender outra mulher, em relação a vários sentidos”. Conheça as três margaridas na reportagem do Primeiro Impacto Santa Catarina:

>> Para mais notícias, siga o SCC10 no TwitterInstagram e Facebook.

Quer receber notícias no seu whatsapp?

EU QUERO

Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Receba NOTÍCIAS
Posso Ajudar? ×