Cotidiano Compartilhar
Atenção!

Por falta de verbas, Instituto Federal corta refeições dos alunos em SC; entenda

O corte no fornecimento da alimentação será em apenas alguns dias da semana

• Atualizado

Redação

Por Redação

Imagem Ilustrativa. Foto: Pixabay (banco de imagens)
Imagem Ilustrativa. Foto: Pixabay (banco de imagens)

O campus Camboriú do Instituto Federal Catarinense (IFC) continua com a situação financeira preocupante após o corte de 10,47% do orçamento de custeio de 2022. A soma corresponde a R$ 546.405,58, de um total de R$ 5.218.773.45 programados para o custeio das despesas correntes do presente ano, segundo a instituição.

Por este motivo, a instituição optou por cortar o fornecimento da alimentação dos bolsistas do campus, que são dos cursos técnicos integrados ao ensino médio, exceto os alunos que estão inscritos no Programa de Assistência Estudantil (PAE) com Índice de Vulnerabilidade Socioeconômica (IVS) de até 454,50. A condição caracteriza os discentes em situação de extrema vulnerabilidade socioeconômica e que necessitam de complementação financeira para custear as despesas no IFC, visando a permanência e o êxito escolar. A medida inicia na próxima quarta-feira (26).

Minimizando os efeitos da medida, a equipe diretiva do campus decidiu fazer o corte no fornecimento da alimentação em apenas alguns dias da semana, mantendo o custeio do almoço em três dias. Os alunos têm a opção de pagar pela refeição no Restaurante Estudantil, no valor de R$7,25, somente em dinheiro.

Confira a tabela para saber quais são os dias em que a instituição não fará o custeio do almoço para os estudantes, exceto os alunos inscritos no PAE com IVS de até 454,50.

Foto: IFC/Divulgação

De acordo com a instituição, o bloqueio orçamentário foi realizado no início do segundo semestre e, por consequência, acarretou na demissão de oito colaboradores terceirizados e nove estagiários, além do corte da alimentação dos bolsistas do campus, cancelamento de viagens de estudo, custeio de projetos de pesquisa e extensão, aquisições de materiais e equipamentos, bem como capacitações, diárias e passagens.

Mesmo com a redução das despesas, a equipe diretiva do IFC Camboriú estima fechar o ano com déficit, afetando o pagamento dos serviços terceirizados e demais ações acadêmicas.

Informações adicionais

O IFC Camboriú destaca que não há previsão de corte da assistência estudantil (auxílios) para alunos em situação de vulnerabilidade. Para 2023, o campus já tem previsto que o recurso orçamentário será 10,17% menor que 2022.

Desde 2016, a matriz orçamentária do campus vem oscilando e reduzindo gradativamente, o que dificulta na manutenção das atividades da instituição.

>> SIGA O SCC10 NO TWITTERINSTAGRAM E FACEBOOK.

Quer receber notícias no seu whatsapp?

EU QUERO

Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Receba NOTÍCIAS
Posso Ajudar? ×