Cotidiano
templates/template-single-article-texto
block/article/header
Cotidiano Compartilhar
Precaução

Corpo de Bombeiros faz alerta para cuidados com acidentes em dias de frio intenso

Em 2019 foram registrados 48 incêndios originados em fogões à lenha, lareira ou aquecedores. Em 2020 já são 33 incêndios.

block/article/social-network
block/article/content__sidebar
Corpo de Bombeiros faz alerta para cuidados com acidentes em dias de frio intenso

Nesta quarta-feira (18), o Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC) divulgou uma série de recomendações que devem ser seguidas pela população nos próximos dias, quando todas as regiões do estado devem registrar baixas temperaturas.

Beber água para se manter hidratado, estar bem agasalhado e consumir alimentos que ajudam no aquecimento do corpo são atitudes importantes para se proteger dos efeitos do frio extremo. O CBMSC ressalta que as baixas temperaturas diminuem a imunidade, condição que facilita a ocorrência de doenças respiratórias. A propagação de vírus, como o novo coronavírus, também se torna mais fácil no frio, por isso os militares reforçam o pedido para que as pessoas não descuidem com relação às medidas de isolamento social e proteção.

Além disso, o Corpo Bombeiros alerta para os riscos relacionados a lareiras, aquecedores e fogões. De acordo com dados da Diretoria de Segurança Contra Incêndio, em 2019 foram registrados 48 incêndios originados em fogões à lenha, lareira ou aquecedores. Em 2020 já são 33 incêndios.

Veja dicas de segurança para evitar acidentes:

  • A falta de oxigênio no ambiente pode provocar asfixia ou intoxicação com monóxido de carbono, podendo levar o indivíduo a óbito. Ao utilizar qualquer tipo de aquecedor, deixe o ambiente ventilado para a renovação do ar;
  • Verifique se o equipamento foi instalado em local seguro na residência, longe de cortinas, estofados, móveis, e demais materiais inflamáveis;
  • Não coloque materiais combustíveis perto dos aquecedores, pois em caso de incêndio eles propagarão as chamas rapidamente;
  • Mantenha crianças e idosos em uma distância segura de lareiras ou fogões a lenha, e monitore o uso de aquecedores dentro de casa;
  • Os aparelhos aquecedores elétricos devem ser certificados pelo Inmetro. Antes de ligá-los, verifique a voltagem e confira se o equipamento precise de manutenção ou limpeza;
  • As lareiras devem ter tela de proteção metálica com malha entre dois e cinco milímetros, de modo a evitar que as fagulhas sejam propagadas para fora do local de queima;
  • Antes de acender lareiras e fogões a lenha, verifique também as condições de instalação das chaminés;
  • Não se esqueça de utilizar material apropriado e não coloque lenha em excesso. Ao terminar o uso, nunca deixe o local antes de se certificar que o fogo está extinto. Preferencialmente utilize um anteparo não combustível na frente de fogões e lareiras;
  • Ao utilizar lareiras com combustível líquido, popularmente conhecidas como lareiras ecológicas, tenha muita atenção às recomendações dos fabricantes. Não manuseie a sua lareira ecológica com o equipamento quente, uma vez que essa situação pode ocasionar uma explosão – o líquido combustível em contato com o calor pode gerar uma nova chama.

Entre no grupo do SCC10 e receba as principais notícias da sua região pelo WhatsApp

Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp

block/article/tags
block/article/query-columnist
publicidade
publicidade
block/article/social-network
block/general/block-plus-news

Veja mais