Cotidiano Compartilhar
Supermercado

Caiu o valor do cesto de produtos básicos em Chapecó; confira

As maiores baixas registradas foram no preço do tomate e da laranja

Por

• Atualizado

Foto: Pixabay
Foto: Pixabay

Fazer compras está um pouco mais barato em Chapecó. É o que demonstra a pesquisa do curso de Ciência Econômicas da Unochapecó, que aponta queda de 0,41% do custo monetário do cesto de 57 produtos em comparação a junho. 

A pesquisa, realizada em parceria com o Sindicato do Comércio através do Sicom Pesquisas, foi feita entre os dias 4 a 6 de julho. O estudo constatou que o custo médio do cesto é de R$ 2.157,86. 

Já a análise da cesta básica formada por 13 itens identificou queda de 4,76% de junho para julho. No mês de junho, a cesta custava R$ 597,07 e em julho, o valor passou para R$ 539,36. 

Foi constatado que as maiores baixas que contribuíram para a queda do valor final foram o do tomate, com redução de 50,71%, e a da laranja, que ficou 39,40% mais barata. 

Já os produtos que mais apresentaram aumento de preço neste mês foram o leite integral longa vida (24,28%) e o açúcar mascavo (19,64%). Neste mês, uma família chapecoense necessita de 1,78 salário mínimo (líquido) para adquirir o cesto de produtos básicos.

NOS GRUPOS/SUBGRUPOS

A pesquisa verificou que os produtos naturais lideraram a queda do cesto de produtos básicos, com redução de 11,19%. Também foi identificada queda no preço dos produtos industrializados, de 0,48%. 

Os artigos de higiene caíram em 1,93% e os materiais de limpeza diminuíram em 2,57%. Os produtos semi-industrializados registraram aumento de 4,24%. Já o grupo de serviços tarifados, como energia elétrica, água e gás de cozinha, teve aumento de preços na ordem de 3,52%.

>>> Siga o SCC10 no TwitterInstagram e Facebook.

publicidade
publicidade

Veja mais