Coronavírus
templates/template-single-article-texto
block/article/header
Coronavírus Compartilhar
Saúde

Leitos de UTI entram em funcionamento em Imbituba

Os leitos poderão ser ocupados por um paciente internado no próprio hospital São Camilo ou, em outro hospital do Estado que não tenha UTI

block/article/social-network
block/article/content__sidebar
Leitos de UTI entram em funcionamento em Imbituba
Foto: Israel Costa / ASCOM / PMI

A ala da Unidade de Terapia Intensiva do Hospital São Camilo, em Imbituba, entrou em funcionamento nesta sexta-feira, 11. O espaço da UTI já havia sido inaugurado nesta semana, porém ainda dependia da liberação da Vigilância Sanitária do Estado, que vistoriou o local e liberou para atividade. 

Os leitos poderão ser ocupados por um paciente internado no próprio hospital São Camilo ou, em outro hospital do Estado que não tenha UTI. De acordo com a Diretora do Hospital São Camilo, Luciene Meurer, no total serão 10 leitos que estarão a disposição da Secretaria Estadual de Saúde, a partir daí a entidade irá liberar para utilização de acordo com a necessidade.

“Pode acontecer que algum dos nossos pacientes necessite de tratamento intensivo. Neste caso, nós entraremos em contato com a regulação do Estado, informaremos a situação e pediremos a liberação dos leitos à Secretaria Estadual da Saúde”, reiterou Luciene Meurer.

A unidade de Imbituba tem 10 leitos “regionalizados” de UTI. A princípio, atenderão aos casos de Covid-19. Mas, após a pandemia, o Governo do Estado já informou que pretende transformar o espaço em uma unidade de atendimento adulta geral.

O Secretário do Sistema Prisional do Estado, Leandro Antônio Soares Lima, que esteve na inauguração da UTI em Imbituba, fez questão de explicar que a unidade não estará destinado ao Sistema Prisional, como foi levantado nas redes sociais. A UTI servirá como uma retaguarda. Uma referência para o Estado, mas será reservada aos moradores da cidade e da região.

O investimento na UTI do Hospital São Camilo foi feito através de uma parceria. A Prefeitura de Imbituba investiu R$ 713.027,13 em equipamentos (65 unidades), fora a reforma de toda a ala destinada aos leitos. Já a Secretaria de Estado da Saúde aplicou R$ 1.264.564,20 na aquisição de 10 monitores multiparâmetro e 10 ventiladores pulmonares.

Entre no grupo do SCC10 e receba as principais notícias da sua região pelo WhatsApp

Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp

block/article/tags
block/article/query-columnist
publicidade
publicidade
block/article/social-network
block/general/block-plus-news

Veja mais