Fabio Schardong

Jornalista com 32 anos de profissão. Comunicador na Rádio Chapecó desde 2005.


Esporte Compartilhar
Quebrou o jejum!

Enfim, a primeira vitória da Chapecoense sob o comando de Dal Pozzo

Chapecoense fez 2 a 1 no CRB e quebrou um jejum de 9 jogos sem vencer

• Atualizado

Por

Foto: Alessandra Seidel | ACF
Foto: Alessandra Seidel | ACF

A Chapecoense recebeu e derrotou o CRB de Alagoas, na tarde deste domingo (09), na Arena Condá. O placar foi de 2 a 1, com direito a um fim de jogo de emoção e nervosismo.

Foi a primeira vitória da Chape sob o comando de Gilmar Dal Pozzo. Foi também a primeira partida após a abertura da janela de contratações. O Verdão do Oeste saiu da zona de rebaixamento e abriu 3 pontos em relação ao Z-4.

Como foi

Dos recém contratados, o técnico Gilmar Dal Pozzo colocou em campo dois, o zagueiro Lucas Freitas e o atacante Kayke. Marcinho e Marco Antônio ficaram no banco. A Chapecoense pisou na Arena Condá com o retrospecto negativo de não vencer há 7 jogos dentro de casa e 9 ao todo nesta Série B.

O Verdão já assustou aos dois minutos, em jogada de Alisson, que achou o estreante Kayke. Ele tirou do goleiro e a bola passou muito perto do gol. Era um time buscava a vitória desde o início, com bom posicionamento dentro de campo e pressão no adversário.

Gradativamente o ritmo caía e a marcação adiantada da Chape diminuía. A pressão lá na frente também não era a mesma de antes. O primeiro tempo encerrou empatado por 0 a 0. A melhor chance foi aquela de Kayke logo no começo de jogo. O CRB não teve oporunidade que chegasse ao gol de Airton.

No intervalo, Dal Pozzo colocou Pavani no lugar de Bruno Vinícius. Foi um começo de 2º tempo movimentado. Aos 2 minutos o árbitro marcou pênalti para o CRB e o VAR, na revisão, anulou a marcação. Logo após a revisão, Kayke cruzou de forma exata para Bruno Nazário fazer 1 a 0. E aos 10 minutos, Bruno Nazário foi quem cruzou, em escanteio, e quem mandou para a rede foi Maxwell, após um desvio de Pavani.

A Chape vencia, mas 2 a 0 sempre é perigoso. Após Dla Pozzo tirar um atacante e colocar um defensor, o CRB descontou com Hyuri aos 35 minutos. O fim de jogo foi nervoso e de sofrimento, pois o time visitante passou a buscar o empate. Menos mal que após os 10 minutos de acréscimos a Associação Chapecoense venceu a partida por 2 a 1, quebrando um longo jejum.

Próximo jogo

A Chape voltará a campo na próxima sexta-feira, dia 14, às 19 horas. Será contra o Botafogo, em Ribeirão Preto, pela 17ª rodada da Série B.

Ficha técnica

Chapecoense: 1)Airton 2)Felipe Albuquerque (Rafael Ribeiro) 4)Bruno Leonardo 43)Lucas Freitas 6)Cristiano 22)Bruno Vinícius (Pavani) 55)Cazonatti 11)Maxwell (Marco Antônio) 88)Bruno Nazário (Neto) 10)Alisson 17)Kayke (Douglas Borel) Técnico – Gilmar Dal Pozzo

CRB: 12)Diogo Silva 2)Matheus Ribeiro (Hereda) 23)Saimon 14)Anderson Conceição 36)Edimar 98)Falcão 22)Anderson Leite (Bruno Silva) 10)Rafael Longuine (Hyuri) 33)Lucas Lima (Juninho Valoura) 77)Rômulo 9)Anselmo Ramon Técnico – Daniel Paulista

Arbitragem: Fábio Augusto Santos Sá Junior, auxiliado por Daniel Vidal Pimentel (SE) e Vanessa Santos Azevedo – Trio de SE / Quarto Árbitro – Evandro Tiago Bender (SC) / Assessor – Newton dos Reis Barreira (SP) / Árbitro de Vídeo – Márcio Henrique de Gois (SP) / AVAR – Amanda Pinto Matias (SP) / Observador de VAR – Cláudio José de Oliveira Soares (RJ)

Cartões amarelos: Bruno Vinícius, Felipe Albuquerque (Cha); Anseolmo Ramons (CRB)

Data: 08/07/2023 (Domingo)

Horário: 15h30

Estádio: Arena Condá, em Chapecó

Público: 5.337 torcedores

Renda: R$ 112.830

>> Para mais notícias, siga o SCC10 no TwitterInstagram e Facebook.

Quer receber notícias no seu whatsapp?

EU QUERO

Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Receba NOTÍCIAS
Posso Ajudar? ×