Política
templates/template-single-article-texto
block/article/header
Política Compartilhar
Mundo

EUA alerta Iraque que está se preparando para fechar embaixada em Bagdá

A ação pretende que o governo iraquiano interrompa a onda de ataques de milícias xiitas contra instalações norte-americanas.

block/article/social-network
block/article/content__sidebar
EUA alerta Iraque que está se preparando para fechar embaixada em Bagdá
Donald Trump, presidente dos Estados Unidos. Foto: Isac Nóbrega/PR (mar. 2019)

O governo dos Estados Unidos alertou neste domingo, 27, o Iraque que está se preparando para fechar a embaixada do país em Bagdá, a menos que o governo iraquiano interrompa a onda de ataques de milícias xiitas contra instalações norte-americanas, segundo informaram autoridades dos dois países neste domingo.

O secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, fez o alerta em telefonemas recentes ao presidente iraquiano, Barham Salih, e ao primeiro-ministro iraquiano, Mustafa al-Kadhimi, disseram as autoridades. O embaixador dos EUA no Iraque, Matthew Tueller, disse ao ministro das Relações Exteriores do Iraque, Fuad Hussein, que a decisão política é do presidente Trump e que os dois países entraram em uma nova era em suas relações, acrescentou.

O Departamento de Estado e a Embaixada dos Estados Unidos se recusaram a comentar as discussões diplomáticas.

Duas autoridades iraquianas disseram, no entanto, que os EUA informaram que estão começando a tomar medidas preliminares para fechar a embaixada nos próximos meses, mantendo seu consulado em Erbil, capital da região curda do Iraque. “O que nos dizem é que se trata de um fechamento gradual da embaixada em dois a três meses”, disse uma autoridade iraquiana, que acrescentou que isso pode ser acompanhado pela retirada das tropas americanas do país.

Essa retirada gradual daria a Washington tempo para reverter o movimento caso as autoridades iraquianas tomem medidas decisivas para proteger as instalações dos EUA, acrescentou o funcionário iraquiano, apesar dos riscos de elevar as tensões com o Irã e as milícias iraquianas apoiadas pela República Islâmica.

Entre no grupo do SCC10 e receba as principais notícias da sua região pelo WhatsApp

Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp

block/article/tags
block/article/query-columnist
publicidade
publicidade
block/article/social-network
block/general/block-plus-news

Veja mais