Arquitetura
templates/template-single-article-texto
block/single-columnist/block-header

Cinthia Massa

Arquiteta e design de interiores com formação na Unisul, UFV em Madrid e Instituto Marangoni em Milão, sócia-proprietária do Studio PB3

block/article/header
Arquitetura Compartilhar
Cinthia Massa

Como escolher almofadas, peças-chave para decorar e colocar sua personalidade no ambiente

As almofadas proporcionam conforto e aconchego, além de trazer aquele toque final que toda decoração merece

block/article/social-network
block/article/content__sidebar
Como escolher almofadas, peças-chave para decorar e colocar sua personalidade no ambiente
Imagem: Projeto Autoral

No escritório gostamos de trabalhar com cores em pontos focais, assim, o cliente tem um espaço mais atemporal, até pelo fato de móveis principais serem mais caros, como um bom jogo de jantar ou sofá, e esperamos que tenham uma boa durabilidade. Estes sendo neutros, podemos alterar o espaço rapidamente a partir de pontos focais. Os que mais indicamos são quadros, decorações, poltronas e as famosas almofadas. 

As almofadas proporcionam conforto e aconchego, além de trazer aquele toque final que toda decoração merece, tanto para sofá como poltronas ou até mesmo para camas. 

Para escolher precisamos pensar nas necessidades que elas devem suprir, como maior conforto com almofadas maiores, mais cor e personalidade na decoração com mix de estampas e cores ou criar efeitos como sobriedade ou extroversão. Aqui vão algumas dicas para te ajudar na composição em sua casa:

>>>Veja seis tipos de cabeceira para encantar sua casa

Cores e estampas

Uma das decisões que gera mais dúvidas pois fará toda a diferença no espaço. A primeira dica é em relação ao ambiente como um todo, cores bases podem ser escolhidas através de características que destaquem e potencializem os itens já presentes, como decorações, móveis e detalhes como cortinas e tapetes, assim criando uma coerência.

Também podemos partir da cor do sofá, para cores fortes, o indicado é investir em almofadas de tons neutros ou da mesma cor mas tons mais fracos, assim utilizando a técnica tom sobre tom, por exemplo, um sofá azul marinho com almofadas em tons de azul claro.

Para sofás neutros, como bege ou cinza, as opções são infinitas, o menos ousado é utilizar cores também neutras, da mesma tonalidade do sofá, ou utilizar novamente o tom sobre tom. Para quem quer dar um toque diferente no ambiente, cores vibrantes e estampas são uma ótima escolha, um aliado para usar cores diferentes é o Círculo Cromático, onde podemos de acordo com a posição das cores, combinar análogas, complementares e harmônicas.

Para as estampas, podemos apostar em iguais com tons diferentes ou manter a mesma cartela de cor e alternar os desenhos, ótimas opções são composições geométricas, desenhos minimalistas, abstratos ou florais, o interessante para combinar é sempre utilizar algum elemento em comum, seja na cor de fundo ou no tipo de detalhes. Para não sobrecarregar o ambiente, intercale almofadas coloridas com neutras, ou lisas com estampadas.

Imagem: Projeto Autoral

Texturas e tecidos 

Para quem não gosta de estampa, são ótimas escolhas, não existem muitas regras, mas para maior destaque, use tecidos diferente do sofá, por exemplo, se ele for liso como algodão, escolha trazer mais textura, como linho ou tricô, e até mesmo desenhos em alto relevo ou pedraria e lantejoula. Aposte em tecidos mais quentes se você mora em locais frios, como veludo ou suede, essa sensação tátil aumenta o aconchego e são mais difíceis de carregar o ambiente quanto estampas coloridas. 

Como nas cores, sempre considere o espaço como um todo, um exemplo é um Studio que desenvolvemos na praia, as almofadas em tons claros, trazem texturas em linho e renda, potencializando a ideia do projeto. Outro ponto interessante é prestar atenção no uso, com crianças e cachorros em casa, os tecidos impermeáveis são boas opções.

Imagem: Projeto Autoral


Tamanho e Forma

Para o tamanho, leve em consideração além do tamanho do sofá, o do ambiente, trazendo harmonia e coerência. Elas devem estar de acordo com o encosto do sofá, as mais altas normalmente são para sofás retráteis, com o encosto que sobe. Da mesma maneira que cores e tecidos, fazer um mix de tamanhos e formas sempre é interessante, como maiores neutras junto ao encosto e menores coloridas decorativas. Independente do formato, para organizá-las sobre o sofá, acomode as maiores por trás, acrescente as menores ou retangulares e deixe as redondas na frente.

Imagem: Projeto Autoral

Quantidade 

O último fator que é super importante é a quantidade, se for exagerada, além de sobrecarregar o sofá e o ambiente, traz sensação de desorganização. Um ponto é a quantidade de elementos decorativos no ambiente, como quadros vasos e adornos, então quanto mais informação já existente, menor a necessidade de almofadas ou de utilizar cores e estampas.

Sempre deixe metade do sofá livre, faça o cálculo para não haver necessidade de retirar as almofadas para sentar, o que acaba não sendo funcional e elegante para visitas, se o sofá tiver apenas dois lugares, uma dupla em cada ponta já é o suficiente, podendo compor tamanho e formato diferentes. Na disposição, use sua criatividade, colocando elas em uma ponta só, dividindo entre as duas ou utilizando o meio também.

Imagem: Projeto Autoral

Enfim, as possibilidades com almofadas são infinitas, elas deixaram de ser elementos banais, e são peças chaves nas decorações e composições dos ambientes, lembre de usar criatividade para o ambiente ter sua personalidade e ser aconchegante e harmônico, de acordo com as necessidades e rotina do seu lar. No Instagram hoje postamos sobre almofadas também, para conferir clique aqui.

ASSISTA AO VÍDEO

>> Para mais notícias, siga o SCC10 no TwitterInstagram e Facebook.

Entre no grupo do SCC10 e receba as principais notícias da sua região pelo WhatsApp

Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp

block/article/query-columnist
publicidade
publicidade
block/article/social-network
block/general/block-plus-news

Veja mais