Rádio Clube Compartilhar
Licitação

Investigada na Mensageiro e mais duas empresas vencem contratos de lixo em Lages

A partir das 12h, os serviços já serão realizados pelas empresas

• Atualizado

Rádio Clube FM

Por Rádio Clube FM

Foto: Barbacenatem/Reprodução
Foto: Barbacenatem/Reprodução

A Secretaria Municipal de Águas e Saneamento (Semasa) de Lages comunicou que, a partir desta segunda-feira (19), a investigada na Operação Mensageiro, a Serrana Engenharia, atualmente chamada de Versa Engenharia, e mais duas empresas atuarão nos serviços de coleta de lixo na cidade após vencerem os contratos de dispensa de licitação.

A partir das 12 horas, a empresa CTA Empreendimentos Eireli fará a coleta dos resíduos domiciliares, com o valor de R$218,16 por tonelada. A empresa Cetrilife fará a coleta dos resíduos sólidos de serviços de saúde, e apresentou valor de R$11,80 por quilograma. Já a empresa Versa Engenharia, antiga Serrana Engenharia, fará a disponibilização dos contentores, com valor unitário de R$ 160,49. 

Em entrevista à Rádio Clube de Lages, a secretária da Semasa, Taíse Petkowicz Paeze, foi questionada se as empresas conseguiram preencher o quadro pessoal para realizarem os serviços, já que na sexta-feira (16), o Banco do Emprego havia divulgado mais de 50 vagas, e nesta segunda-feira, os serviços já iniciarão por parte delas.

“O nosso papel é prestar o serviço, independentemente de qual empresa. A empresa se habilitou e apresentou a melhor proposta, então ela tem a responsabilidade de trazer o pessoal. Acredito que ela esteja contratando os funcionários da empresa anterior que já estavam prestando os serviços. A prefeitura é o fiscal”, explica Taíse.

Sobre a Versa Engenharia, empresa investigada na Operação Mensageiro, a secretária afirmou que continuará prestando o serviço da disponibilização de contentores pois não possui nenhum impedimento legal.

“A Versa Engenharia continua prestando o serviço de disponibilizar os contentores, pois não tem qualquer impedimento legal para formalizar os contratos. Até agora desconhecemos qualquer impedimento para continuar no serviço”, disse.

A fiscalização continuará sendo realizada pela prefeitura de Lages. “Nós temos um contrato de concessão até 2026, que quem detém é a Serrana, atualmente com o nome de versa, nós exercemos a fiscalização interna do aterro juntamente com os colaboradores que ficam no aterro. Temos uma balança que pesa o caminhão quando ele chega, são emitidos tickets e relatórios dessas pesagens para fazermos o balanço das medições”.

Embora os preços apresentados pelas empresas tenham sido reduzidos para as contas da prefeitura, a secretária afirmou que não significa que as taxas cobradas à população também reduzirão.

“Nós tivemos essas propostas agora e precisamos avaliar, porque toda a taxa que a população paga é revertida no custo da operação. Dentro dessa operação, que é complexa, temos que colocar na ponta do lápis, que é o funcionário, o combustível, e outras coisas. Com a redução, podemos investir em outros setores”.

Entenda como cada empresa vai atuar na coleta de resíduos sólidos em Lages

  • A empresa CTA Empreendimentos Eireli fará a coleta, transporte e descarga de resíduos sólidos domiciliares, comerciais e públicos da área urbana do município, até ao aterro sanitário, localizado no Distrito de Índios, distante aproximadamente 20 quilômetros do centro urbano do município.
  • A empresa Cetrilife fará a coleta, transporte, tratamento e destinação final dos resíduos provenientes dos serviços de saúde das unidades vinculadas e de responsabilidade do Município, e resíduos provenientes de atividades necessárias ao desenvolvimento dos serviços de saúde.
  • A empresa Versa Engenharia será responsável pela disponibilização dos contentores de 1 m³ para a coleta mecanizada, transporte e descarga de resíduos sólidos domiciliares, comerciais e públicos da área urbana.

>>> Para mais notícias, siga a Rádio Clube de Lages no TwitterInstagram e Facebook.

Quer receber notícias no seu whatsapp?

EU QUERO

Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Receba NOTÍCIAS
Posso Ajudar? ×