Rádio Clube Compartilhar
Fiscalização

Entenda para onde vai o dinheiro arrecadado das “câmeras das multas” de Lages

As fiscalizações iniciaram nesta segunda-feira (13)

• Atualizado

Carolina Sott

Por Carolina Sott

Fotos: Divulgação/Diretran
Fotos: Divulgação/Diretran

O sistema de videomonitoramento do trânsito de Lages iniciou a fiscalização nesta segunda-feira (13). As 187 “câmeras das multas” instaladas na área central da cidade autuarão qualquer infração que seja captada e que esteja dentro da legislação de trânsito. Mas afinal de contas, para onde vai o dinheiro arrecadado? 

De acordo com o diretor da Diretoria de Trânsito (Diretran), Newton Silveira, os valores serão distribuídos entre a Diretran, Polícia Civil, Polícia Militar e para o Conselho Nacional de Trânsito. De forma geral, a arrecadação deve ser investida na melhoria do tráfego e da segurança viária.

Veja para onde vai o dinheiro arrecadado das câmeras de monitoramento no trânsito de Lages:

  • 15% para Polícia Civil;
  • 15% para Polícia Militar;
  • 5% Conselho Nacional de Trânsito;
  • 65% para uso da Diretoria de Trânsito (Diretran).

Segundo Newton, os recursos da Diretran serão utilizados na sinalização de vias, confecção de placas, compra de viaturas, uniformes para agentes e setor de engenharia de tráfego, coletes balísticos, manutenção semafórica, contas de energia elétrica e material de expediente. “Toda a despesa relativa ao trânsito é realizada através dos recursos arrecadados com as notificações. Já foram adquiridos, por exemplo, nove viaturas nos últimos 6 anos”, disse o diretor da Diretran de Lages.

Saiba como vão funcionar as câmeras de monitoramento no trânsito de Lages

Os equipamentos foram instalados em pontos estratégicos de Lages, como as avenidas Santa Catarina, Camões, nas proximidades da Unidade de Pronto Atendimento (UPA), na Praça Joca Neves, ruas centrais, entre outros locais de grande circulação. O objetivo da medida é aumentar o gerenciamento do trânsito e torná-lo mais seguro.

As infrações que podem ser identificadas são como o não uso do cinto de segurança, utilização do celular durante a condução de um veículo, avanço do sinal vermelho, excesso de velocidade, entre outras que cabem multa conforme a especificação.

As imagens captadas, das 87 câmeras da Diretran, serão acompanhadas em tempo real na central da Diretoria de Trânsito e na Secretaria da Segurança Pública. As imagens também serão armazenadas para uso da Polícia Militar.

Leia também:

>>> Para mais notícias, siga a Rádio Clube de Lages no TwitterInstagram e Facebook.

Quer receber notícias no seu whatsapp?

EU QUERO

Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Receba NOTÍCIAS
Posso Ajudar? ×

    Este site é protegido por reCAPTCHA e Google
    Política de Privacidade e Termos de Serviço se aplicam.