Futebol Compartilhar
Amistoso

Brasil goleia Coreia do Sul em amistoso na Ásia; veja o placar

O grupo comandado por Tite ainda tem mais um desafio pela frente

Por

• Atualizado

Foto: CBF, Reprodução, Redes Sociais
Foto: CBF, Reprodução, Redes Sociais

Por: SBT Sports

A Seleção Brasileira jogou bem novamente, nesta quinta-feira (2), na vitória por 5 a 1 sobre a Coreia do Sul, em Seul. A 172 dias da Copa do Mundo do Catar, o time de Tite mostrou criatividade e intensidade no campo de ataque. O triunfo da Canarinho foi conquistado com gols de Richarlison, Neymar (2x), Philippe Coutinho e Gabriel Jesus. O atacante Hwang Ui-Jo balançou a rede pelo lado da equipe da casa.

O grupo comandado por Tite ainda tem mais um desafio pela frente. Na próxima segunda-feira (6), o Brasil encara o Japão, em Tóquio. O atual período de jogos internacionais é o penúltimo antes da disputa da Copa do Mundo, que será entre novembro e dezembro – a equipe voltará a campo ainda em setembro. É ano de Copa.

O jogo da Seleção Brasileira

O Brasil poderia ter basicamente iniciado a partida com vantagem no placar. Logo com um minuto, Alex Sandro cobrou falta e Thiago Silva desviou para anotar o primeiro, mas o gol foi anulado corretamente por impedimento. Sem problema. Intensa no campo de ataque, a seleção brasileira abriu o placar aos seis minutos. Em jogada pela esquerda, o lateral Alex Sandro cruzou para trás, para Fred, que bateu de primeira; infiltrado no meio da defesa sul-coreana, Richarlison apenas desviou para vencer o goleiro Kin Seung-Gyu.

A equipe de Tite permaneceu criando algumas situações. Neymar, Paquetá, Raphinha e Richarlison deram bastante trabalho para a seleção da casa, mas as novas oportunidades da Canarinho não levantaram tanto perigo, como um chute do volante Fred para fora. Neste cenário, a equipe asiática passou a jogar mais com a bola.

Aos poucos, o ímpeto da marcação do Brasil caiu. Aos 30 minutos, a Coreia do Sul chegou em troca de passe na intermediária brasileira, Hwang Ui-Jo foi servido, girou para cima de Thiago Silva e bateu firme, cruzado, sem chance para o goleiro Weverton. Com a igualidade no placar, a Canarinho voltou a pressionar os asiáticos.

Em uma chegada em peso, Richarlison e Daniel Alves exigiram grandes defesas do goleiro Kim Seung-Gyu, que conseguiu evitar o segundo gol brasileiro. Ao fim da jogada, o VAR solicitou uma revisão do árbitro Ryuji Sato, que assinalou pênalti para o time de Tite, sofrido por Alex Sandro. Na marca da cal, aos 41 do primeiro tempo, Neymar deslocou o goleiro sul-coreano e deixou o Canarinho em vantagem para a segunda etapa.

Na volta do segundo tempo, o Brasil retornou com tudo. A primeira grande oportunidade foi de Paquetá, defendida pelo goleiro do time da casa. Aos minutos, Alex Sandro, fazendo grande atuação, foi derrubado por Kim Young-Gwo na área. O japonês Ryuji Sato precisou de uma nova revisão no VAR para anotar a penalidade máxima. Na cobrança, Neymar esbanjou categoria para deslocar Kim Seung-Gyu novamente: 3 a 1 para a seleção brasileira.

As primeiras alterações do jogo foram registradas a partir do terceiro tento da equipe de Tite. Paulo Bento, comandante português da Coreia do Sul, resolveu mexer no time asiático. Do outro lado, a seleção brasileira também mudou. Adversários na final da Champions League, Fabinho e Vinícius Júnior foram a campo nas vagas de Casemiro e Richarlison.

Não demorou muito para Vini tentar a primeira jogada, mas o camisa 20 foi bloqueado pela defesa adversária. Na sequência, aos 29 minutos, foi a vez de Neymar servir Raphinha na entrada da área. O ponta-direita bateu de primeira, na trave de Kim Seung-Gyu. Levado a campo no lugar de Neymar, Philippe Coutinho não precisou de muito tempo em campo para confirmar a goleada. Aos 34, o camisa 11 aproveitou erro da Coreia do Sul e bateu forte, sem chance para o goleiro sul-coreano.

Nos últimos minutos, os atletas que entraram em campo buscaram balançar a rede de maneira incessante. Esse foi o caso de Gabriel Jesus, que partiu pela direita, tirou a defesa da Coreia do Sul e deu números finais ao confronto – o atacante não marcava pelo Brasil há três anos. Atuação boa e goleada brasileira por 5 a 1 na capital sul-coreana.

Ficha técnica

COREIA DO SUL 1 x 4 BRASIL

Local: Seoul World Cup Stadium, Seul – Coreia do Sul
Data: 02/06/2022
Árbitro: Ryuji Sato (JAP)
Assistentes: Hiroshi Yamauchi (JAP) e Jun Mihara (JAP)
VAR: Dae Yong Kim (COR)
Cartão amarelo: 
Gols: Richarlison, aos seis minutos do primeiro tempo; Hwang Ui-Jo, aos 30 minutos do primeiro tempo; Neymar aos 41 minutos do primeiro tempo e aos 11 do segundo tempo; Philippe Coutinho, aos 34 do segundo tempo; Gabriel Jesus, aos 47 do segundo tempo.

COREIA DO SUL: Kim Seung-Gyu; Lee Yong (Jeong Woo-Yeong), Kim Young-Gwon, Kwon Kyung-Won e Hong Chul; Paik Seung-Ho (Kim Moon-Hwan), Hwang In-Beom, Jeong Woo-Yeong e Son Heung-Min; Hwang Ui-Jo (Na Sang-Ho) e Hwang Hee-Chan (Kwon Chang-Hoon). Técnico: Paulo Bento.

BRASIL: Weverton; Daniel Alve, Thiago Silva, Marquinhos e Alex Sandro; Casemiro (Fabinho), Fred (Bruno Guimarães) e Lucas Paquetá (Matheus Cunha); Raphinha (Gabriel Jesus), Neymar (Philippe Coutinho) e Richarlison (Vinícius Júnior). Técnico: Tite.

>> Para mais notícias, siga o SCC10 no TwitterInstagram e Facebook.

publicidade
publicidade

Veja mais