Copa América Compartilhar
#COPAAMÉRICANOSBT

Com gol de falta e duas assistências de Messi, Argentina vai à semifinal

Na próxima fase, a Argentina vai enfrentar a Colômbia, que venceu o Uruguai neste sábado

• Atualizado

SBT News

Por SBT News

Foto: Reprodução/Instagram/Copa América
Foto: Reprodução/Instagram/Copa América

A Argentina novamente contou com o brilho de Messi e se classificou para a semifinal da Copa América. Com duas assistências e um gol de falta do camisa 10, os hermanos venceram o Equador por 3 a 0 na noite deste sábado (3), no estádio Olímpico de Goiânia. 

A Argentina vai enfrentar a Colômbia, que mais cedo já havia passado pelo Uruguai nos pênaltis. O duelo será realizado na próxima terça-feira (6), às 22h, no Mané Garrincha.

Com as duas assistências, Messi agora soma quatro, ultrapassou Neymar (três) e lidera essa estatística na Copa América. Além disso, ele também se isolou como artilheiro da competição, com quatro gols.

O jogo

A Argentina dominou o primeiro tempo e poderia ter ido para o intervalo com uma vantagem muito maior. Arboleda salvou de cabeça em chute de Lautaro Martínez, que já tinha tirado o goleiro Galíndez, Pezzella assustou e Messi perdeu chance incrível ao aproveitar recuo errado de Gruezo e acertar a trave.

Foram diversas oportunidades desperdiçadas até De Paul abrir o placar aos 39 minutos. Messi lançou para González, Galíndez saiu do gol e afastou, mas o camisa 10 argentino pegou a sobra e tocou com perfeição para De Paul marcar.

No segundo tempo, porém, o Equador voltou mais ofensivo. Gustavo Alfaro colocou o atacante Estrada no lugar do volante Grueza e o meia Plata na vaga do lateral-esquerdo Palacios.

O jogo ficou perigoso para a Argentina. Martínez fez boa defesa em chute de Valencia e depois viu a bola de Plata desviar e ir para fora. O Equador pressionava em busca do empate, mas faltava qualidade para concluir as jogadas.

Martínez novamente foi exigido quando Plata fez a jogada individual pelo lado direito e, sem ângulo, finalizou em cima do goleiro argentino. No minuto seguinte o técnico Lionel Scaloni decidiu reforçar o lado esquerdo da sua zaga, ao colocar o lateral Tagliafico no lugar do meia González.

Do outro lado, Gustavo Alfaro colocou o Equador ainda mais para frente, com a entrada do atacante Campana na vaga do lateral-direito Angelo Preciado.

Só que não deu nem tempo de ver o Equador pressionar, porque a Argentina aproveitou bobeira da zaga adversária e ampliou aos 38 minutos: Hincapié perdeu para Dí Maria, a bola sobrou para Messi, que tocou para Lautaro Martínez acabar com a esperança rival.

Já nos minutos finais, Dí Maria avançou e foi derrubado por Hincapié. O árbitro brasileiro Wilton Pereira Sampaio inicialmente deu pênalti e mostrou cartão amarelo para o zagueiro equatoriano, mas foi chamado pelo VAR, viu o lance no monitor e mudou a marcação: anotou falta e expulsou o defensor. A falta na entrada da área virou “pênalti” para Messi, que bateu no canto do goleiro e fechou o placar aos 47 minutos do segundo tempo.


>> Para receber as informações mais importantes do dia pelo WhatsApp, gratuitamente, basta clicar AQUI!

>> PARA MAIS NOTÍCIAS, SIGA O SCC10 NO TWITTERINSTAGRAM E FACEBOOK

Quer receber notícias no seu whatsapp?

EU QUERO

Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Receba NOTÍCIAS
Posso Ajudar? ×