×
×

Escolha sua região:

Sábado, 04 de dezembro de 2021. Santa Catarina Mude de região ▼
MENU
O portal da notícia
em Santa Catarina.
BUSCAR
Especiais
MENU
BUSCAR
Especiais
publicidade
block/article/header
Especiais Compartilhar

Irado!

Conheça cinco locais para andar de skate em Florianópolis

Muito além das praias de tirar o fôlego e do turismo local, Florianópolis também virou referência no cenário mundial do skate

block/article/social-network
block/article/content__sidebar
Conheça cinco locais para andar de skate em Florianópolis
Foto: Emily Antunes | Arquivo Pessoal.

Muito além das praias de tirar o fôlego e do turismo local, a capital de Santa Catarina, Florianópolis, também virou referência no cenário mundial do skate e vem conquistando cada vez mais adeptos ao esporte.

Aos 21 anos, Emily Antunes, natural do Ribeirão da Ilha, é uma das referências do skate na Ilha da Magia. A jovem começou cedo, aos 10 anos de idade. “Quem me inspirou a andar de skate foi meus dois irmãos. Eu vi, achei legal e comecei a andar. Bem naturalmente, me divertindo, como um brinquedo mesmo”, contou a skatista em entrevista ao SCC10.

Praticando skate ainda criança. Foto: Arquivo Pessoal.

O que era apenas uma brincadeira na infância, acabou virando muito mais que um emprego, mas um estilo de vida. Ganhando cada dia mais espaço nas pistas, a manezinha agora planeja a caminhada para chegar no sonho olímpico. “Já fui campeã catarinense e vice-campeã brasileira (…). Agora estou mirando nas Olimpíadas de 2024”, afirma a atleta que conta que, com o retorno dos campeonatos que estavam parados por conta da pandemia da Covid-19, já tem competição marcada no STU, e em dezembro no Red Bull Skate Generation.

Foto: Emily Antunes | Arquivo Pessoal.

Para o futuro, Emily conta os dias para que possa viver bem da profissão e dar uma condição melhor para a família.

“Meu maior sonho é poder viver bem do skate, dar uma condição melhor para minha família e para as crianças do meu bairro. Sonho em fazer projetos sociais e ter um instituto”, almeja.

Quer tentar? Conheça 5 locais para andar de skate na Capital

1. Pista da Av. Beira-Mar

Foto: Leonardo Sousa | PMF | Divulgação.

2. Pista da Trindade

Foto: Leonardo Sousa | PMF | Divulgação.

3. Pista da Costeira

Foto: Leonardo Sousa | PMF | Divulgação.

4. Pista da Barra da Lagoa

Foto: Leonardo Sousa | PMF | Divulgação.

5. Pista no Red Park, Carianos

Foto: Leonardo Sousa | PMF | Divulgação.

Novidade chegando… Prefeitura de Florianópolis vai construir a maior pista de skate street da cidade

Foto: Prefeitura de Florianópolis | Divulgação.

A Prefeitura de Florianópolis, através da Secretaria de Infraestrutura, vai construir a maior pista de skate street da cidade. A nova pista será mais uma obra do Programa Praça Viva.

A pista de 2.068,40 metros quadrados será construída na área verde de 4,6 mil metros quadrados que corresponde à Praça Jornalista Gustavo de Lacerda, no entroncamento entre a Avenida Professor Henrique da Silva Fontes e a Rua Osmarino de Deus Cardoso, na Trindade. Ela fica ao lado da conhecida Praça da Trindade, em frente ao shopping Villa Romana. O projeto da pista foi doado pela empresa gaúcha Spot Skateparks, de Porto Alegre. 


“As Olimpíadas mostraram que o País do Futebol é também o País do Skate, e Florianópolis está se transformando na Capital com mais pistas de skate”, ressalta o secretário de Infraestrutura, Valter Gallina.

Local onde será a nova pista. Foto: Leonardo Sousa | PMF | Divulgação.

A Praça da Trindade, que conta com 4,2 mil metros quadrados, já dispõe de uma antiga pista de skate, que será demolida, em razão da construção da nova pista. Assim, na reforma geral pela qual passará a praça, e cujo projeto também está indo para licitação, a área da pista de skate existente será usada para ampliar o playground, inclusive, com acessibilidade. No mais, a Praça da Trindade terá a quadra poliesportiva e a quadra de areia revitalizadas; o pavimento interno remodelado, e vai ganhar academia de ginástica voltada à terceira idade e petplace, além de paisagismo.

Também está prevista a construção de mais seis pistas de skate: no Parque de Coqueiros, no Mocotó, no Monte Cristo, na Lagoa da Conceição, na Tapera e em Canasvieiras.

“Dázum banho:” os manezinhos que já fizeram história na Olimpíada

Pedro Barros

Torcedor do Avaí, catarinense Pedro Barros é prata no skate park em Tóquio
Foto: Gaspar Nóbrega | COB | Divulgação

O manezinho da Ilha, Pedro Barros, de 26 anos, pratica o esporte desde criança e sempre sonhou em representar o Brasil no skate. E conseguiu! O skatista fez história na Olimpíada de Tóquio 2020, com a conquista da medalha de prata no skate park. Em entrevista ao SCC News, o atleta contou sobre a experiência: “Mais que trazer a medalha, é trazer essa visibilidade (…). A gente quer mais crianças em cima do skate, a mudança de vida que foi o skate para mim. Uma pista de skate só faz o bem para a nossa sociedade, para comunidade, para qualquer criança, para qualquer mãe e pai”, diz Pedro Barros.

Relembre a entrevista que foi ao ar no dia 05 de agosto:

Vídeo: SCC News | SCC SBT.

Isa Pacheco

Com apenas 16 anos e vários prêmios, Isadora Pacheco afirma que se apaixonou pelo skate aos cinco anos de idade. “Estavam sempre me empurrando para as bonecas, mas quando vi o skate foi amor à primeira vista”, relembra durante entrevista ao SCC Meio-Dia.

A catarinense de Florianópolis ficou em décimo lugar na fase de classificatória da Olimpíada.

Yndiara Asp

Yndiara, de 23 anos, conta que a sensação que o skate traz é o que a motiva. “O skate entrou para minha vida quando eu tinha 15 anos. Uns amigos da minha escola fizeram uma pista na casa deles e me chamaram para a inauguração e naquele dia eu consegui droppar… essa sensação de superar meu medo e conseguir, me fez querer andar de skate todos os dias e sentir aquela sensação todos os dias”.

A atleta ficou na oitava colocação na Olimpíada.


>> Siga o SCC10 no TwitterInstagram e Facebook.

query/article/query-columnist
block/article/social-network
block/general/block-plus-news