Cotidiano
templates/template-single-article-texto
block/article/header
Cotidiano Compartilhar
De volta ao lar

Pinguins são soltos na Praia do Moçambique, em Florianópolis

No total são 10 aves que foram liberadas ao habitat natural pela R3 Animal.

block/article/social-network
block/article/content__sidebar
Pinguins são soltos na Praia do Moçambique, em Florianópolis
Foto: R3 Animal

Mais um grupo de pinguins-de-Magalhães (Spheniscus magellanicus) irão voltar para casa. No total são 10 aves que foram liberadas ao habitat natural, na manhã desta quarta-feira (14), na Praia do Moçambique, em Florianópolis. Este é o terceiro grupo a ser liberado esse ano desde meados de outono, início da temporada anual de migração dos pinguins desde a Patagônia/Argentina.

As aves soltas haviam sido resgatadas no litoral catarinense entre junho e agosto, pelas equipes do Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS) e foram reabilitadas no Centro de Pesquisa, Reabilitação e Despetrolização de Animais Marinhos (CePRAM/R3Animal), em Florianópolis.

Das 10 aves, três foram resgatadas pela equipe do PMP-BS junto à Universidade de Joinville (Univille), na região de São Francisco do Sul. O Instituto Australis foi o responsável pelo resgate de duas aves, número igual ao resgatado pela Universidade do Vale do Itajaí (Univali). A equipe do PMP-BS junto a Universidade do Estado de SC (Udesc) resgatou três pinguins.

Todos os pinguins passaram por exames complementares, realizaram o teste de impermeabilização das penas e receberam um microchip com um número de identificação.

Os pinguins que encalham nas nossas praias, em sua grande maioria, são animais jovens, que estão em seu primeiro ano de vida e encaram pela primeira vez a longa viagem de migração.

A falta de experiência dos jovens pode causar dificuldade em se alimentar, muitos se perdem dos bandos e ficam debilitados, encalhando nas praias. Há também aqueles que interagem com petrechos de pesca. Mesmo não sendo fauna alvo de pescarias eles podem ser capturados acidentalmente. É a chamada captura bycatch, ou seja, não intencional.

🐧 Encontrou um pinguim encalhado?


✳️ Mantenha distância e afaste os animais domésticos, eles podem transmitir doenças aos pinguins

✳️ Se possível, use uma toalha para conter o pinguim e coloque-o em uma caixa de papelão para mantê-lo aquecido. Cuidado com o bico!

✳️ Não o alimente, não molhe, jamais coloque-o no gelo. Se ele saiu da água, pode estar cansado, desidratado, doente ou com a temperatura corporal baixa. Não o force a entrar na água.

✳️ Ligue no telefone 0800 642 3341 e a base mais próxima do PMP-BS irá resgatar o animal.

https://www.youtube.com/watch?v=a61Np342KQc&feature=youtu.be

Entre no grupo do SCC10 e receba as principais notícias da sua região pelo WhatsApp

Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp

block/article/query-columnist
publicidade
publicidade
block/article/social-network
block/general/block-plus-news

Veja mais