Cotidiano
templates/template-single-article-texto
block/article/header
Cotidiano Compartilhar
Abastecimento

Ordem de serviço para instalação de bombas no rio Cubatão, em Palhoça, é assinada

ntenção do serviço é dar mais segurança ao Sistema de Abastecimento da Grande Florianópolis,

block/article/social-network
block/article/content__sidebar
Ordem de serviço para instalação de bombas no rio Cubatão, em Palhoça, é assinada
Ordem de serviço foi assinada pelo governador Carlos Moisés, na Estação de Recalque de Água Bruta (ERAB), no bairro Alto Aririu. Foto: Mauricio Vieira/Secom

Nesta segunda-feira (21), foi iniciada mais uma etapa do processo para ampliar a captação de água no Rio Cubatão, em Palhoça. Quatro bombas serão instaladas e uma nova adutora com 1.200 milímetros de diâmetro será construída. A intenção do serviço é dar mais segurança ao Sistema de Abastecimento da Grande Florianópolis, onde moram mais de um milhão de pessoas.

A ordem de serviço foi assinada pelo governador Carlos Moisés, na Estação de Recalque de Água Bruta (ERAB), no bairro Alto Aririu. Ele ressaltou que o investimento será realizado com recursos próprios da Casan, não resultando em endividamento futuro da empresa.

Atualmente, a ERAB Cubatão tem capacidade para captar até 1,5 mil litros por segundo. A instalação das novas bombas vai permitir que esse número dobre até o fim do ano. Com isso, será possível reduzir a captação no Rio Pilões, em Santo Amaro da Imperatriz, que possui menor vazão e é constantemente afetado por estiagens.

A instalação da quarta bomba deve terminar em até 10 dias, de acordo com a Companhia Catarinense de Águas e Saneamento. A estimativa é que todo o trabalho com a adutora e as demais bombas esteja pronto até dezembro deste ano, a tempo da temporada de verão, quando a Grande Florianópolis registra um aumento significativo no consumo.

De acordo com os técnicos da Casan, a Grande Florianópolis possui uma demanda diária de 2,8 mil litros por segundo. Com a ampliação no Rio Cubatão, será possível reduzir a captação no Rio Pilões para menos de 800 litros por segundo e dar uma folga no sistema que abastece as cidades de Florianópolis, São José, Biguaçu, Santo Amaro da Imperatriz e Palhoça, cuja concessionária compra água da Casan.

Entre no grupo do SCC10 e receba as principais notícias da sua região pelo WhatsApp

Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp

block/article/query-columnist
publicidade
publicidade
block/article/social-network
block/general/block-plus-news

Veja mais