Cotidiano Compartilhar
Desaparecida

Menina de quatro anos desaparece em rio e madrinha se afoga ao tentar salvá-la em SC

O corpo da menina não foi encontrado e as buscas seguem ao longo dessa segunda-feira (26)

• Atualizado

Redação

Por Redação

Foto: CBMSC / Reprodução
Foto: CBMSC / Reprodução

Uma menina de quatro anos desapareceu no rio após cair de uma pedra na ponte Marcos Tebaldi, em Pedras Grandes, no Sul de Santa Catarina, na tarde de ontem (24). A madrinha da criança tentou salvá-la, mas também se afogou e foi resgatada pelos bombeiros. As buscas pela criança continuam nesta segunda (25), com a ajuda de mergulhadores.

O acidente aconteceu por volta das 16h30, quando a menina e sua madrinha estavam sentadas em uma pedra na margem do rio, no bairro Ilhota. Segundo testemunhas, a criança escorregou e caiu na água, sendo levada pela correnteza. A madrinha, que não sabia nadar, pulou no rio para tentar socorrê-la, mas também se afogou.

A guarnição do 8º Batalhão de Bombeiros Militar foi acionada e chegou ao local em poucos minutos. Os bombeiros conseguiram retirar a madrinha da água, que foi encaminhada ao hospital com sinais de hipotermia. A menina, porém, não foi encontrada.

Os bombeiros iniciaram as buscas pela criança, percorrendo cerca de 100 metros pela margem esquerda do rio, onde ela foi vista pela última vez. Eles também contaram com o apoio de um helicóptero, que sobrevoou a área. No entanto, até o final do dia, nenhuma pista foi achada.

Conforme os bombeiros, as buscas foram retomadas hoje, às 6h, com a participação de dois mergulhadores do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC), que estão fazendo varreduras subaquáticas nos pontos prováveis. A esperança é de encontrar a menina com vida, apesar das dificuldades impostas pela baixa visibilidade e pela temperatura da água.

Assista a reportagem:

>> Para mais notícias, siga o SCC10 no TwitterInstagram e Facebook.

Quer receber notícias no seu whatsapp?

EU QUERO

Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Receba NOTÍCIAS
Posso Ajudar? ×

    Este site é protegido por reCAPTCHA e Google
    Política de Privacidade e Termos de Serviço se aplicam.