Meio Ambiente Compartilhar
Destruição

Número de mortos por incêndios florestais no Chile sobe para 64

Governo decretou luto nacional de dois dias

• Atualizado

Estadão Conteúdo

Por Estadão Conteúdo

Foto: Armada de Chile | Reprodução
Foto: Armada de Chile | Reprodução

Os incêndios florestais na região de Valparaíso, no centro do Chile, e em Viña del Mar, já deixaram ao menos 64 mortos, segundo dados do governo local.

“Esse número vai crescer. Sabemos que vai crescer significativamente”, disse o presidente do Chile, Gabriel Boric, em pronunciamento à imprensa em Quilpué, uma área de colinas povoadas nos arredores de Viña del Mar, a cerca de 90 km de Santiago.

Boric decretou luto nacional por dois dias a partir da segunda-feira. “Todo o Chile sofre e chora os nossos mortos. O Estado e a solidariedade dos chilenos estarão com vocês. Mais uma vez, vamos nos levantar”, afirmou Boric.

Incêndio florestais

O presidente chileno assegurou que “possíveis culpados” pelos incêndios terão o repúdio da sociedade e o peso da lei”. Segundo o presidente, os incêndios florestais são a maior tragédia que o país enfrenta desde o terremoto de 27 de fevereiro de 2010.

Boric afirmou que o serviço de saúde está mobilizado para atender as pessoas atingidas pelos incêndios. O governo determinou toque de recolher nas regiões afetadas. A ministra do Interior do Chile, Carolina Tohá, disse no sábado que 92 incêndios florestais estavam ocorrendo no centro e no sul do país e que mais de 1.000 casas foram destruídas.

*Com informações da Dow Jones Newswires

>> Para mais notícias, siga o SCC10 no TwitterInstagram e Facebook.

Quer receber notícias no seu whatsapp?

EU QUERO

Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Receba NOTÍCIAS
Posso Ajudar? ×