Cotidiano Compartilhar
Novo documneto

Governo prorroga até janeiro prazo para estados emitirem nova Carteira de Identidade

O chamado 'Novo RG' foi criado em fevereiro de 2022 para tornar o número do Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) como registro geral e único

• Atualizado

SBT News

Por SBT News

Foto: Divulgação/Prefeitura de Gaúcha do Norte
Foto: Divulgação/Prefeitura de Gaúcha do Norte

O governo federal prorrogou, até 11 de janeiro de 2024, o prazo para os estados emitirem a nova Carteira de Identidade Nacional (CIN) – que substitui o RG. A mudança, publicada em edição extra do Diário Oficial da União de terça-feira (28), atende a um pedido dos próprios governadores, que antes teriam até 6 de dezembro para cumprir a obrigatoriedade.

O chamado ‘Novo RG’ foi criado em fevereiro de 2022 para tornar o número do Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) como registro geral e único. Segundo o governo, a unificação dos dados tem como objetivo melhorar os cadastros administrativos, fortalecer as verificações das Forças de Segurança Pública e mitigar os problemas de fraudes no Brasil.

Um exemplo é a diminuição de crimes por má identificação na previdência federal, que pode gerar uma redução de gastos no orçamento público em torno de R$ 7 bilhões por ano. Além disso, sem a identificação única uma mesma pessoa pode, por exemplo, ter um número de RG por estado, além do CPF. Já com o novo documento, as pessoas passam a ter apenas um número de identificação.

“A carteira tem um QR Code que dará acesso às informações sobre cada pessoa e em breve vai integrar outros documentos, como carteira de motorista, cartão do SUS, CadÚnico , uma série de serviços estarão associados a essa carteira. Estamos trabalhando nesse processo de migração”, explicou a ministra da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos, Esther Dweck.

Até o momento, 13 estados estão emitindo o documento, sendo Acre, Alagoas, Amazonas, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais, Pernambuco, Piauí, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Santa Catarina. A partir de 11 de janeiro de 2024, todos os estados deverão, obrigatoriamente, começar a emitir o documento.

Como funciona a nova Carteira de Identidade?

A troca do antigo RG para a nova Carteira de Identidade Nacional acontecerá de forma gradual até fevereiro de 2032. Para aqueles que já desejarem substituir o documento, é preciso estar com o CPF regularizado na Receita Federal. A primeira emissão, assim como as futuras renovações, são gratuitas, enquanto a segunda via será cobrada.

>> Para mais notícias, siga o SCC10 no TwitterInstagram e Facebook.

Quer receber notícias no seu whatsapp?

EU QUERO

Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Receba NOTÍCIAS
Posso Ajudar? ×