Cotidiano Compartilhar
Desfile polêmico

Escola de samba coloca PM como demônio e gera debate político entre direita e esquerda

Em uma das alas, a escola Vai-Vai trouxe o Batalhão de Choque da Polícia Militar representado como demônios.

• Atualizado

SBT News

Por SBT News

Foto divulgação SBT News
Foto divulgação SBT News

Os desfiles das escolas de samba já encerraram, mas as críticas e os apoios seguem rendendo debates, principalmente pelo lado político. Um exemplo claro é a apresentação da escola Vai-Vai, no último sábado (10), no Sambódromo do Anhembi. 

A Vai-Vai desfilou com o samba-enredo “Capítulo 4. Versículo 3 — Da rua e do povo, o Hip Hop: um manifesto paulistano”. E em uma das alas, a escola trouxe o Batalhão de Choque da Polícia Militar representado como demônios. As fantasias marcantes com as cores vermelha e amarela, chifres remetendo ao diabo, acessórios como cassetetes, escudos e capacetes já não deixavam dúvidas, mas para garantir o entendimento,  o termo “Choque” vinha escrito nos capacetes.

A apresentação foi uma homenagem ao álbum “Sobrevivendo ao Inferno”, 1997, do grupo de rap paulistano Racionais MCs. Integrantes do conjunto musical estiveram presentes na Avenida, como Mano Brown e KL Jay. Além deles, políticos de esquerda também participaram do desfile, como o deputado federal e candidato a prefeito, Guilherme Boulos (PSOL-SP) e o ministro dos Direitos Humanos, Silvio Almeida.

Apurados pelo SBT NEWS, os comentários nas redes variaram entre elogios e críticas de políticos de esquerda e direita. 

Ainda segundo o portal de notícias SBT NEWS, “a deputada federal Erika Hilton não falou sobre o desfile diretamente, mas criticou o prefeito Ricardo Nunes pela falta de apoio ao Carnaval das escolas de samba e denunciou que o dinheiro público tenha sido usado para festas open-bar com a presença de crianças. A postagem foi compartilhada por Boulos”.

Já as críticas vieram do vereador Rubinho Nunes, deputados federais Kim Kataguiri (União-SP) e Delegado Palumbo e o deputado Coronel Telhada (PP-SP). Todos afirmam que a escola desrespeitou os policiais e inverteu os valores das coisas. 

>> Para mais notícias, siga o SCC10 no TwitterInstagram e Facebook.

Quer receber notícias no seu whatsapp?

EU QUERO

Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Receba NOTÍCIAS
Posso Ajudar? ×

    Este site é protegido por reCAPTCHA e Google
    Política de Privacidade e Termos de Serviço se aplicam.