Educação
templates/template-single-article-texto
block/article/header
Educação Compartilhar
Reconhecimento internacional

Universidades catarinenses ficam entre as melhores do mundo no ranking da organização Times Higher Education

Dentre as universidades brasileiras ranqueadas, 35 são federais, 11 estaduais e seis particulares.

block/article/social-network
block/article/content__sidebar
Universidades catarinenses ficam entre as melhores do mundo no ranking da organização Times Higher Education
Foto: Times Higher Education / Divulgação.

Duas universidades catarinenses foram destaque no ranking da organização Times Higher Education (THE), onde foram avaliadas 1.527 universidades de 93 países. O levantamento THE das melhores universidades do mundo é realizado anualmente e em 2021 avaliou 1.527 instituições de 93 países, sendo 52 universidades brasileiras. Dentre as universidades brasileiras ranqueadas, 35 são federais, 11 estaduais e seis particulares.

Liderado pela britânica Universidade de Oxford pelo quinto ano seguido, a nova lista tem 52 universidades brasileiras, seis a mais do que no ano passado. Após escalar do nono ao sétimo lugar em 2019, o Brasil subiu mais uma posição e é o sexto país com maior número de instituições no ranking, na frente de Itália e Espanha.

Udesc ocupa a 14ª posição. Foto: Udesc / Divulgação

UDESC:

A Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) ficou entre as melhores universidades do mundo neste ranking, ocupando a 14ª posição. 


Para o reitor, Dilmar Baretta, estar pelo segundo ano consecutivo é um indicativo de que a universidade está se firmando no cenário internacional.


UFSC:

UFSC está entre as 8 melhores. Foto: UFSC / Divulgação.

A Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) se mantém entre as oito melhores instituições de ensino superior do país, ainda de acordo com o ranking internacional da Times Higher Education (THE). A UFSC se encontra ranqueada na colocação 601 a 800 e, em relação ao ano passado, manteve sua posição em todos os quesitos.

Todos os requisitos:

O levantamento é elaborado a partir de indicadores que abordam cinco dimensões: ensino, pesquisa, citações de artigos científicos, transferência de tecnologia e internacionalização.

Neste ano foram analisadas mais de 80 milhões de citações em mais de 13 milhões de publicações científicas e aplicados questionários com 22 mil acadêmicos em todo o mundo.

Entre no grupo do SCC10 e receba as principais notícias da sua região pelo WhatsApp

Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp

block/article/tags
block/article/query-columnist
publicidade
publicidade
block/article/social-network
block/general/block-plus-news

Veja mais