Coronavírus Compartilhar
E agora?

Joinville tenta devolver mais de 130 mil comprimidos de hidroxicloroquina

Todo o lote do medicamento tem validade até o dia 30/10/2022

• Atualizado

Redação

Por Redação

Imagem ilustrativa/ Foto: Pixabay
Imagem ilustrativa/ Foto: Pixabay

Desde o início da pandemia, Joinville recebeu o maior lote de hidroxicloroquina doada pelos Estados Unidos ao Brasil. Segundo informações da prefeitura do Norte de Santa Catarina, em julho de 2020, o município recebeu 12.020 comprimidos de Cloroquina, cerca de 150 miligramas. A validade do medicamento variava entre janeiro de 2021 e março de 2022. Até dezembro de 2020, toda esta quantidade foi utilizada.

Em 8 de setembro de 2020, Joinville recebeu do Ministério da Saúde um novo lote com 160.500 comprimidos de Hidroxicloroquina (200 miligramas). Todo o lote tem validade até o dia 30/10/2022. Também de acordo com o município, atualmente, 130.500 comprimidos seguem em estoque na Secretaria da Saúde. Esse é o total que Joinville tenta devolver ao Ministério da Saúde.

“Por este motivo, a Prefeitura de Joinville está em tratativas com o Ministério da Saúde para devolução, visto que o medicamento é utilizado para tratamento de outras doenças e pode ser utilizado em outras regiões do país.”, informou o município por nota que reforçou:

“O quantitativo em estoque está em perfeitas condições de armazenamento, estando apropriado para utilização”, relatou.

>> PARA MAIS NOTÍCIAS, SIGA O SCC10 NO TWITTERINSTAGRAM E FACEBOOK

Quer receber notícias no seu whatsapp?

EU QUERO

Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Receba NOTÍCIAS
Posso Ajudar? ×