Roberto Azevedo

O jornalista Roberto Azevedo tem 39 anos de profissão, 17 deles dedicados ao colunismo político. Na carreira, dirigiu equipes em redações de jornal, TV, rádio e internet nos principais veículos de Santa Catarina.


Política Compartilhar
Governo do Estado

Ricardo Guidi responderá ao convite de Jorginho esta semana

Governador ofereceu a pasta do Meio Ambiente e Economia Verde ao parlamentar

• Atualizado

Por

Divulgação
Divulgação

O deputado federal Ricardo Guidi (PSD) informou que, nesta semana, provavelmente nesta terça-feira (20), quando passar por Florianópolis a caminho de Brasília, deverá responder ao convite feito pelo governador Jorginho Mello (PL) para compor o secretariado estadual.

Guidi, pré-candidato à prefeitura de Criciúma, está no segundo mandato e disse que pediu um tempo para pensar, uma forma de avaliar o contexto do convite, depois que se encontrou com o governador, na Capital Federal, na semana passada.

Da conversa, participaram a deputada federal Julia Zanatta, prima de Guidi, o deputado federal Ismael dos Santos (PSD) e o suplente e ex-deputado Darci de Matos (PSD), que assumirá a vaga na Câmara caso o deputado aceite a Secretaria de Meio Ambiente e Economia Verde, a última que está vaga na administração de Jorginho, ou a da Assistência Social, Mulher e Família, hoje com Alice Kuerten, que pediu exoneração para seguir viagem com o filho Guga à França.

Guidi não vê problema em deixar a posição no Congresso Federal, mesmo que tenha os deputados federais Julia Zanatta (PL), prima dele, e Daniel Freitas (PL), também criciumenses, na Câmara Federal.

“Conversei com a Julia e com o Daniel, falta apenas conversar com o Jessé (Lopes, deputado estadual)”, explica Guidi, que terá que necessariamente compor com os três para levar o projeto à prefeitura adiante.

A deputada federal Geovania de Sá (PSDB) também tem base em Criciúma, mas está fora das articulações de Guidi por ora.

Momento delicado com a chegada de Clésio Salvaro ao PSD

Ricardo Guidi, filho do ex-prefeito, deputado e secretário de Estado Altair Guidi, é o presidente municipal do PSD e não esconde que considerou estranha a filiação do prefeito Clésio Salvaro ao partido enquanto estava fora da cidade.

O ato foi abençoado pelo deputado Julio Garcia e pelo presidente estadual Eron Giordani, que teriam apressado a chegada do ex-tucano e dono de grandes patrimônios político e eleitoral, que deveriam beneficiar Guidi, mas Salvaro tem outro nome para apoiar à sucessão em 2024.

Quem também ficou de fora da filiação de Salvaro foi o vice-prefeito Ricardo Fabris, coincidentemente filiado ao PSD.

>> Para mais notícias, siga o SCC10 no TwitterInstagram e Facebook.

Quer receber notícias no seu whatsapp?

EU QUERO

Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Receba NOTÍCIAS
Posso Ajudar? ×